Rádio São João FM 87.9

Rádio São João FM 87.9 Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.

Está bem Vai-te embora. Olha o telefone. Deve ser o teu amante, atende. Vou-me embora. É o doutor. Pelo menos deseja-me sorte. Boa sorte, querida. Adeus. Estou? Tanu, sou eu. Sr. Sharma Tanu Falei com o teu pai. Ele concordou com o teu casamento com o Raja. Parabéns. E assim se afasta NOVAMENTE EM KANPUR Os teus pais são uns parvos. O Manu é um parvo. São todos parvos. Quem é a única esperta? A Tanuja Trivedi. É a rainha, é a maior É tudo. Dá cá a mão. Primeiro querias namorar, depois querias fugir, agora tens o teu desejo, e ficas triste porque está tudo a correr bem. Nunca estás satisfeita. És uma alma perdida, Tanu. Nunca tens paz e sossego. Queres casar-te com o Raja? Então casa-te. Queres ir com ele? Como pode ser? Não percebo o teu problema. Abre a boca. Para ajudar, é preciso perceber o problema. Um tipo gentil combina o casamento, e ela zanga-se. Porquê? Porque a conquistou. Mas não. Ela não vê o amor nos olhos dele. Payal Cala-te. Fica calada, Tanu. Devo ser parva, interrompi a lua de mel por ti. Se dizes mais uma palavra, vou-me embora. Está aí alguém? Ela está pronta. Levem-na para baixo. Boa sorte. Olá, pai. Sim, filho? Ligaste? Sim. Não pude atender, estava no tribunal. Diz. Não, só isso. Era para te pedir que me reserves um bilhete para Londres para quarta-feira. Quero voltar para Londres assim que regressar. Está bem. Então pronto. Fica bem. Filho Queria dizer-te uma coisa. Sim? Queria dizer que é preciso ter muita coragem para fazer o que tu fizeste. Sempre quis fazer algo que me permitisse dizer: “Sim, eu fiz aquilo.” Mas nunca me aconteceu nada assim. Mas o que estás a fazer é muito bonito. Poucos teriam coragem para isso. Abençoado sejas. Pois. Não posso ficar sem o meu amor Os dias são amargos como azedas Os dias são amargos como azedas E a lua Virou-se contra mim A lua também se virou contra mim As minhas noites não têm luar O meu coração está sombrio Pinky, vai ver onde está o Manu. Meu amor O que se passa com ela? Quem deu este presente? Parece que te andas a esconder. Toda a gente me deu presentes, mas tu não me deste nada, apesar de seres sempre tão generoso. Dei. Está no teu quarto. Está? Vai ver. Vamos, Payal? Vamos ver se deu mesmo, ou se está só Vamos. Tira o papel. O que foi? O nível de estrogénio e testosterona subiu? Ainda vais a tempo de pensar melhor. Por favor. Meu amor Meu amor Com que emoções Encheste o coração? Encheste o coração? Sr. Sharma Não és aquilo que pareces. Que surpresa. És a única neste mundo que compreende. Meu amor Meu amor Ainda a arranjar as flores? Está quase. Manu, surgiu um trabalho urgente em Allahabad. Tenho de partir já, volto amanhã de manhã. Tens de fazer algo por mim. Pela nossa tradição, a família do noivo dá o vestido à noiva. Mas eu vou partir. Toma estes e compra o vestido para a Tanu. Faz lá isso. Comprava-o eu, se ficasse. Vamo-nos de manhã. Compra-o em Lucknow. Estamos em Kanpur, aqui só há cabedal. Irmã Tanu, o irmão Manu está a chamar-te. Meu amor Meu amor Diz-me, meu amor Com que cor pintaste O meu coração? Com que cor pintaste O meu coração?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *