Rádio Mix FM Criciúma 91.1

Rádio Mix FM Criciúma 91.1 Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.


Adicione ao seu site.

Ficam bem, não ficam? Sim. Fiquei assustada por ver os meus pais. Não disse a ninguém, só a ti. O namorado vem amanhã e casamo-nos no dia seguinte. Vá lá, fica para o casamento. Não fica com a alma Uma vez separada Do coração INTERVALO És muito estranho, Manu. Depois disto tudo, continuas tão generoso. Estavas a pensar em ficar. Também querias ser tu a dar a noiva? Desculpe, só um minuto. Tenho um bilhete provisório Pode confirmá-lo? É só Vamos ver. Estou há uma hora a dizer que entrei no comboio errado. Não percebe? E para que são estas correntes? Isto anda mais se for eu a puxá-lo. Raja? Doutor Eu bem lhe disse. Nós temos uma ligação. Geralmente, quem anda de avião não dá de caras com quem anda de comboio. Estão a ir ou a voltar? Fomos a um casamento a Kapurthala. Estamos a voltar. Curioso. Eu ia para Kapurthala, mas entrei no comboio errado em Chandigarh. A sério? Sim. Parece que não arranjaram lugar sentado. Estava a pedir para confirmar o lugar. De quem é a chamada? Porquê desligar o som? Não sei por onde começar, irmão Raja, é uma longa história. Uma história muito triste. Qual? Há uma rapariga, o irmão Manu gosta dela. Pappi, cala-te. Gosta imenso dela. Mas ela traiu-o. Passa a vida a brincar com os sentimentos dele. A sério? Nunca devemos magoar os amigos por causa de uma rapariga. Se quiseres, posso ajudar. Não, nada disso. Ela é simpática, mas tem namorado. Gostam um do outro e têm casamento marcado. O que se há de fazer? Cada um escolhe por si. Tratamos da saúde ao namorado. Eu sou de Uttar Pradesh, não demoro a convencê-lo. Isso mesmo. Não há necessidade. Nada disso. Está a ligar outra vez. O que fazemos? Fala com ele. É o casamento do teu amigo, tens de ir. Eu vou a Kapurthala fazer um trabalho urgente. Tu estarás lá, eu também, e a rapariga também. Arranjamos solução. Não. Fala com ele. Dá-lhe o telefone. Sim, irmão Jassi. Fala com ele. Fala. Estou? Ouve, Manu Sharma, eu disse ao pai: “Enquanto o Manu não voltar e resolver isto, eu não me caso.” Jassi, ouve “Vai, esquece-te de mim e do meu casamento.” Estou, Jassi? Jassi, é o teu casamento. Não te vestes? Já vou. Depressa, filho. Kulwinder, viste se já está tudo pronto? Nunca me ligas. Cala-te. Encontrámos-te na altura certa. Olha, é o irmão Jassi. Pai, traz o palanquim. Tanu Este é o meu amigo Raja. Raja, a Tanu. Olá. Tal como me falaram do verdadeiro guru Assim o vi Ele junta a Deus Aqueles que se separaram É o mediador No tribunal do Senhor Implanta a mantra do nome do Senhor E erradica a doença do egocentrismo Ó Nanak Só ele fala com o verdadeiro guru Que decidiu esta união Manu, viste a irmã Tanu por aí? Não, porquê? Estava à procura dela, mas não a encontro. Só um minuto. Estou. Doutor Foi fantástico. Encontrei a minha noiva. Os pais da Tanu estavam ali, por isso nem lhe pude dizer que foi mesmo ela que me fez vir a Kapurthala. O casamento é às cinco horas. Venha ao registo civil sem dar nas vistas. E ouça, não se atrase. Assim que me casar, trato do seu casamento. Vou tratar de tudo. É a minha promessa. Já agora, doutor, traga duas grinaldas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *