Radio Filadelfia FM

Radio Filadelfia FM, Radio Filadelfia FM ao Vivo Online

Add to your site.

Vai dar tudo certo. Confie em mim. Sabe, eu acho, talvez eu não seja Radio Radio tão diferente assim. Acho que talvez seja só o meu cabelo. -Eu adoro seu cabelo. -Vem aqui. -Oh, Bobby! -Oh, mamãezinha! Aqui está você. -Olha o que vocês fizeram! -Nossa pequena casa. É linda! Oh, é Ned e eu! Onde encontraram isso? É adorável, tudo. -Quero ver a cozinha. -Vamos. Oh, adorei! Então aqui está. Fazenda de Yasgur, a terra sagrada. É difícil acreditar que tudo aquilo, continuou aqui, não é? Parece como Radio Poças de lama e bosta de vaca? Eu sei disso. -Entrem, pessoal! -Não. Já entrei nessa água antes. Bobby, não se atreva a colocá-la aí! Garotos, dê a eles um lago para brincar Radio Eles são uns amores juntos, não são? -No jeito meigo deles. -Acho que está muito brava. -Acha? -Sim. Quando eu tinha sua idade, você se casava e tinha uma família. Nunca lhe ocorria fazer outra coisa. Bem, sabe, eu queria isso. Eu queria Radio Radio apenas uma coisa normal quando era mais jovem. Só queria um marido e um bebê e Radio Acho que você está melhor assim. Sério. Primeiro você tem tudo que sempre quis, e depois Radio Radio você se encontra em um bairro suburbano em qualquer lugar. E está bem. Quero dizer, não é que não esteja bem, é que Radio O mundo Radio ..eça a se encolher pra você de alguma forma. A maioria das mulheres não fazem idéia de onde estão se metendo. Não. Acho que ninguém sabe onde está se metendo Radio Radio até já estarem metidos. -Pelo amor de Deus. -Ei, e aí? Um pouco de privacidade, por favor. Você nunca quis privacidade antes. Está bem? Estou sim. O que é isso? Não é nada. Vem aqui. É uma daquelas manchas, eu acho. Não cara, é um machucado. Talvez. Com certeza. -Faz uma coisa por mim? -Claro. -Não diga a eles. -Não direi. Não posso Radio -Se eu estiver doente Radio -Você não está doente. Só me prometa isso então, certo? -Se for só um machucado Radio -É um machucado. Se eu apenas machuquei a minha coxa, não precisa mencionar isso. -É um machucado. -Certo, não precisa falar nisso. -Certo. -Tudo bem. -Mãe, isso são Radio ? -As cinzas do seu pai. Achei que tivesse o momento certo. De repente, se eu não entregá-las a você agora Radio Radio terei que levá-las de volta para Phoenix comigo. Ele não iria querê-las espalhadas no Arizona. -Pensei em espalhá-las aqui. -Aqui? Bem, essa é sua casa, não é? Acho que sim. Sabe, acho que é melhor acabar logo com isso. Ele era um homem modesto. Ele não iria querer uma cerimônia elaborada. -Mãe. -E posso te falar Radio Radio isso é apenas um par de seus sapatos velhos. Ainda não. Eu Radio Aqui não, agora não. Não estou pronto. Bem, pra hora que você estiver. -Devemos ir. -Certo. -Oh, amo você, querido. -Também amo você. Te vejo no café. Tchau! Eu sei. Você se sujou? É? Você se sujou bastante. Preciso de talco. Você se sujou? Eu sei que sim. -Você é muito y falando assim. -Você é um pervertido. Me dá o talco. O que aconteceu? Tem algo no seu rosto. Aqui, deixa. Pode fazer qualquer coisa, não pode? -Eu? Não. -É sério. Pode viver no subúrbio, em East Village, no campo. Não faz nenhuma diferença pra você, faz? Não sei. Nunca pensei nisso. Prontinho, tudo feito. Vamos. Obrigada. Vem aqui. Senta aí, princesa. Você é uma criatura estranha e misteriosa. Eu sou o menos misterioso por aqui. Aposto que poderia viver no Saara. Aposto que armaria uma tenda Radio Radio e encontraria alguém para lhe vender um camelo. É sério. Tem alguma coisa que você não possa fazer? Eu não poderia ficar sozinho. Não. Não poderia mesmo, poderia? E aí, cara. Graças ao nosso dia de folga. Me pergunto se deveríamos fechar às segundas. -Me sinto um pouco culpado por isso. -Sem preocupações, por favor. Ei, aquele machucado sumiu? Bem, não. Deixe-me ver. -É a mesma coisa. -Deixe-me ver. Viu? É a mesma coisa. Não, cara, está sumindo. -Acha mesmo? -Com certeza. Quer dançar? -O que? -Vamos. Jonathan. Oi. Eu era tão apaixonada por você. Eu era apaixonado por você, também. Mas Bobby é o amor da sua vida. Sabe que não é tão simples assim. É que Radio Radio parece que eu terminei Radio -Volte pra cama. -Não consigo dormir. Quer que eu levante? Não. Volte a dormir. Boa noite, mamãe maluca. Tudo vai parecer melhor pela manhã. -Vou sentir saudades. -São só alguns dias. -Está levando muita coisa. -Bem, ela precisa de muita coisa. Certo, acho que está tudo pronto. Então Radio Bobby, quer vir conosco? Não posso. Bobby. Quer vir conosco? Não. Está bem Radio Está bem. -Me liga. -Eu vou. -Certo? -Sim. É muito corajosa em visitar, a sua mãe sozinha. Ela não está sozinha. Rebecca está com ela. Agora Radio Radio não se preocupe, Senhorita R. A melhor coisa na Filadélfia é que você pode sair dela Radio Radio e nós estaremos esperando por vocês bem aqui quando voltarem pra casa. Se ficar feliz e boazinha Radio Radio terá uma surpresa especial esperando por você quando voltar. Te amo. Te amo. Garotos. Comportem-se. Sempre. Amo vocês. Está dormindo, cara? Não consigo, na verdade. Elas não vão voltar, sabe. -Esse é um bom lugar, não acha? -É, acho. Acha que devemos, tipo, dizer alguma coisa? Chegamos até aqui, pai. Acho que teria gostado. Acho mesmo. -Ei, cara. -Eu deveria ter escrito algo. Não, cara. Está perfeito. De qualquer forma, pai, aqui estamos nós. É o nosso lar. E é seu também. Certo. Agora. Um. Dois. Três. -O que é isso? -Um cristal. -Para clarear sua visão. -Se algo ruim acontecer Radio Radio diga a meus pais que tentei ser bom, mas era muito difícil. Não está assustado com o cemitério? Digo, não fique. Os mortos são apenas pessoas também. Pessoas que querem as mesmas coisas que nós. O que nós queremos? Não sei, cara. Sei lá, nossas vidas, certo? Cara, tipo, todo esse mundo enorme, lindo e barulhento Radio Radio e tudo o que pode acontecer. Tudo está bem, irmãozinho. Sua família ama você. Eu amo você. Não há nada a temer. Andei pensando, deveríamos repintar o quarto da Rebecca. -Tipo, de rosa. -Ela iria gostar. -Não acha? -Certo. Ela vai voltar algum dia Radio Radio à essa casa, eu digo. Será dela. Acho que vai. Ela provavelmente não irá querer, certo? Ela provavelmente não terá idéia do que fazer com ela.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *