Radio Ótima Web

Radio Ótima Web, Radio Ótima Web ao Vivo Online

né? Eu que o diga! Caramba! Num bairro assim, não deveria se preocupar. Lamento, Tim. O problema com a confiança é: depois que some, coisas ruins acontecem. Concordo. Já vou indo. Eu e a Karen vamos tomar banho. Só um aviso. O Carl se irrita à toa, mas é dos melhores, e gosta do seu jeito de pensar. É ele ali de robe pendurando roupas? Não sei. Talvez seja uma venda de jardim. Gaffney, bem na hora! Trouxe café. Sabia que podia contar com você. Minha mulher Carl. Minha mulher, Carl. -Prazer, Karen Gaffney. -Prazer. Bem-vindos à minha casa fora de casa. Ou, pra ser mais exato, meu lar. Não por muito tempo. Aqui, por favor. Obrigado. Sentem-se. Vou abrir espaço. Tirar as roupas daqui. É folga da empregada. Tudo bem. Quando me disse pra te encontrar na van, não sabia que morava nela. A verdade é que moro na minha velha van desde que minha mulher me deixou e levou tudo que eu tinha. -Lamento. -É terrível. Obrigado por me pôr no caso, Jeff. As coisas começam a melhorar pro meu lado. O que descobriu? O que descobri? Vou mostrar a vocês. Jeff nunca pensou que fosse ouvir isso. Gaffney, está pronto pra entrar no nível de segurança quatro? Vamos lá. Carl. Está com uma pinta vermelha na testa. É acne de adulto. Obrigado por… Levei um tiro! Meu Deus! Merda. -Está ferido? -Levei um tiro! Deus! -Não, amor, é café! -Está queimando! Merda! São os Jones! Tente não atirar neles. Vamos pra casa do Carl. Deus! Entrem no carro já! Nos deixem viver vidas patéticas! Entrem no carro já que eu explico tudo. Quase tudo. Cansei das suas mentiras, Jones! Querem morrer aqui fora? Entrem no carro! Pra quê? Nos matarem dentro? Não havia tempero nos potes! Eu mandei entrarem no carro. Vamos entrar no carro. Por Patrick e Mikey. Certo, querido? Gente, agora! É muito perigoso. Quando eu contar até três, corremos. Um, dois… Jeff! -Meu Deus! -Eu disse três! Jeff, por favor, quer entrar no carro? -Quis sair na frente! -Da sua mulher? Parecem crianças. Entrem no carro agora. Entrem no carro. Ponham o cinto de segurança, caramba. Estou afivelando. -Vá! -Vamos! O que há, Tim? Rouba segredos da MBI? Não roubamos seus segredos. -Aí estão eles. -Já vi. Somos espiões. O cinto emperrou! Puxa! Calados! O Jeff enjoa atrás! -Quietos! -Calados! Invadiram nossa casa. Que tipo de vizinhos são? Grampearam nossa casa. Que tipo de vizinhos são? Eles têm razão… Está quente. -Liga o ar. -Não. Pode ligar o ar? Não ligo. Está quente. Não pus o cinto. Espere! Vai ficar esquisito. Ainda vai ficar? Perguntinha: são mocinhos ou bandidos? O que acha? Os caras de preto em motos atirando devem ser os bandidos. Se abaixem! Quem é? As crianças. O quê? Oi, amor. Como vai? Os biscoitos são pros dois. Se você dividir, ele escolhe primeiro. Porque é justo. Se abaixem! Saia do celular! Senão você fica com o maior. Escolheria o maior. Chame o Mikey. Dividam o biscoito! Merda! -À direita, Natalie. -Obrigada, Karen. Freie! Meu Deus! Saiam do meio! Saiam do meio pra eu enxergar. Há algo piscando na mala. É ruim? É com certeza ruim. Precisa ir lá tirar. Preciso tirar? -Pode reduzir? -Não! -Tire! -É uma perseguição. Não vou reduzir. Vão nos matar! Disse o cara que não liga o ar. Vá mais devagar. Estou me molhando! Água é melhor que tiro. Está quente! Três alvos, dois tiros. Consegue? Sempre. E aí atrás, Jeff? Contamos com você. Espere. Espere. Já! Consegui! E agora? Segure! Jogue! Cinco letras. O que acha? Empaquei. Eu acho , , , , … Acho que são . Seus pedidos. Claras mexidas com torrada. Omelete de três ovos com batata. Ovos, batatas e bacon e uma porção de bacon. Obrigada. Caramba! Que foi? Perseguições me dão fome. Sr. e Sra. Jones, se forem quem são… Tenho perguntas. Acho que merecemos a verdade. Têm todo o direito. Primeira pergunta. São da CIA? Desperdiçou. Não podem responder. Segunda pergunta. Quem procuram? Não podemos dizer. Terceira pergunta. É alguém que conhecemos? Não podemos dizer. Não tínhamos direito? Disse que tinham direito. Não significa contar. Amor, deve ser sigiloso. Não podem contar. -Vai querer? -Só umas batatas. Que bom que todos estão curtindo a refeição enquanto estamos no meio de uma crise! Estão comendo -naturalmente. -Relaxe! Estou preocupado! Isso não é legal. Tá. Vou perguntar até não ser sigiloso. Tudo bem. Pergunta . Depois de um tiroteio quem tira as balas do chão? Podem nos contar algo? Não sou grega. Sou israelense. Ex-Mossad? Não posso contar. São casados? Podem contar? Isso não se finge. Mas só isso? O resto todo é mentira? Quando me disse que detestava seu trabalho, pareceu real da perspectiva de RH. Pareceu real. Disse que detestava seu trabalho? Posso ter expressado alguma dúvida em segredo. Interessante… Por que veio à tona agora? Porque o Jeff é bom ouvinte. Falei disso com você em Marrakech. Aonde sempre vamos, no Hazim. No dia que passamos a tarde lá. Falamos em sair dessa. Falamos de eu virar correspondente de viagens mesmo. Poderíamos ter um filho. Foi uma hipótese. Não foi um plano. Não pensei que… É sempre assim. Passamos pra hebraico e dá discussão. -Como não falo… -Pôs grampo na escultura! Gosto delas. Gosto de dar de presente. É meu lance.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *