Radio Nova Quilombo FM

Radio Nova Quilombo FM, Radio Nova Quilombo FM ao Vivo Online

-É, tudo certo. Foi um prazer fazer negócio com vocês. Obrigada, Escorpião e amigos. Obrigado. Pegue as coisas. Deixou cair a bolinha. Tudo bem. Tenho muitas. Pode ficar. Com licença. Parem! É o cara do RH. Não é. É engenheiro. Dr. Flatts. Ciências de foguete. Fez faculdade! É inteligente. -Não. -MIT. Não, você acertou. Nos conhecemos. De a , eu era um funcionário médio na MBI. -Você é Jeff Gaffney. -Não. -Recursos humanos. -Errou. Me ajudou com minha depressão suicida. -Não. -Seus exercícios de confiança e bolas antiestresse. É tudo armação! Porra, Jeff! As iscas foram descobertas. Solicitamos resgate. Carlos, leve uma equipe e isole o corredor. Yuri, vá ao terraço com quatro homens. Chame o helicóptero. Vamos sair daqui voando. Precisamos de apoio pra retirar as iscas. Na escuta? Negativo. Perdas colaterais. Não atacamos em local público. Retirar e cancelar. Na escuta? Jones, na escuta? Bóris, uma pinça de gelo e isqueiro. Porra, Jones! Na escuta? Entendido. Em retirada. Repito: em retirada. Nos vemos no ponto de extração. Vai deixá-los lá? Claro que não. São nossos vizinhos. Querida, está tudo bem. Contratei capangas extras pra isso. -É Peter? -Por isso aluguei o andar todo. -O que faz? -Tento me lembrar do nome. Helicóptero, jatinho, Jacarta amanhã. -Chegamos e… -Bruce! É comigo? Lembrei seu nome. É Bruce. Bruce Springstine. Me confundiu com outra pessoa. Mediei seu acordo no estacionamento. Foi por aquilo que virou criminoso? Um ego ferido por uma mísera vaga de estacionamento? Jesus Cristo! Está jogando verde? Espere aí! Seu nome é Bruce Springstine? É, Ivan. É Bruce Springstine. É um nome como outro qualquer. Queria ser chamado de “The Boss”? Não pedi que me chamasse assim. Pedi que me chamasse de “Chefe”, falou? E foi só pra simplificar as coisas. Deprimente… Aquela vaga era uma merda, ouviu? Trabalhei anos lá e ainda parava no Lote D. É do outro lado da rodovia. -Tinha de atravessar a passarela. -A passarela… Passarela todo dia com chuva ou sol. Obrigado. Vou adorar fazer isso. Espere! Os SEALs chegaram. Vá! Se abaixe! Vão, rapazes! Ataquem! Choque e surpresa! Amor, não ouço nada. Matam em silêncio. Assim pegaram Bin Laden. Fiquemos abaixados. Cadê o apoio? Estão com ele. Não tem apoio, Jeff. Pularam fora quando foi pego. Como não tem apoio? São o que chamam de perda colateral. Isso não é bom. Eu vi Homeland! Não falou de perda colateral! Perguntei da pior hipótese, e disse: Na pior hipótese, peço apoio. Estamos na pior! É pior que a pior hipótese. Mentiu descaradamente. Não menti. Posso ter omitido detalhes chave… Isso é mentira, Timothy! Mentira por omissão. É exemplo típico. Quer saber? Meu trabalho é mentir. Por isso, eu detesto. Desculpe, Jeff. Está pedindo desculpa pra ele? Não liga pra esse otário. Quer saber? Gosto muito desse otário. Vivemos num mundo de mentiras. Todos escondem e ofuscam tudo, mas não Jeff Gaffney. Jeff não vive nesse mundo. É uma pessoa decente. É franco, é amigo. É um bom vizinho. Faz ideia da coragem necessária? Coragem verdadeira? É o mais corajoso neste quarto. Me poupe da lição de moral! Só me deixe falar, está bem? Os Gaffneys não são do nosso mundo. Não somos mesmo. São bons demais pra isso. Por que não deixar que voltem ao mundo deles? Eu e você resolvemos isto aqui no nosso mundo. Vocês se matem à vontade. Nos deixem fora disso. Vou cuidar de tudo pessoalmente. Cubra tudo com plástico pra não perder a caução. -Espere! -Posso terminar uma frase? Desculpe, Sr. Escorpião. Mas, Natalie, desde que experimentamos calcinhas… Está falando com ela? Termine o que ia dizer. Percebi uma coisa. Vivo uma mentira também. Karen! Aonde foi minha vida? Há quanto tempo vive na mentira? Amor! O quê? Não! Não falei sério. Tinha de dar a faca a ela. Oh, entendi! Graças a Deus! Vai dar tudo certo. Está chovendo homem! Tudo bem? Peguem os chips e venham. Rápido. Vamos! -Helicóptero pronto. -Peguem todos e os chips! Voltem! Quase sem munição. Eu também. Que faremos? Temos de saltar. Saltar de onde? Lá pra baixo. Há uma piscina. É a única chance. Você pensou direitinho? Aonde você vai? Jeff? Jeff! -Tudo bem? -Essa doeu. Não pode saltar por uma janela dessa. É um painel triplo. Tem de quebrar primeiro. Mas foi um esforço e tanto! Um passo pra trás, pessoal. Não atrapalhem. Sério? Se afaste. O quê? -Onde conseguiu? -Peguei de um morto. -Não ia precisar. -Saltem! Vamos nessa! Já! Pulem! Tudo bem, pessoal! -Cadê o Jeff? -Gente, cadê o Jeff? -Jeff! -Coragem, Jeff! Jeff, tem de pular! Só um segundo. -Corra e pule! -Por favor! Jeff, você tem de pular logo! Perfeito! Você foi um pé no saco o dia todo, Jeff. Sr. Escorpião, todos fazemos escolhas na vida. Não é uma crítica, eu garanto. Acha mesmo que violência é a solução? Existe uma… É todo seu, gravidade. Não mexa com o escor… Sempre tenha um plano B. Sei que parece alto. Obrigado. Pra você. Poderiam gravar e publicar na internet. -Teria muitos acessos! -Não. Acho que nada disso vai pra rede. Teria muitos acessos, né? -Teria. -Porque tem tiroteio… Melhor manter segredo. Sim, é claro. Não, é claro. Só um comentário… Estou orgulhosa de vocês. -Querem entrar? -É, entrem. Onde passam a noite? Fiquem conosco! Por que não ficam? Temos sofá-cama. Te empresto uma samba-canção pra ficar à vontade. -Temos Wii. -TV tela plana. Wi-Fi gratuito. -Vocês são tudo de bom! -É muita gentileza. Mas… Nosso carro vem aí. Vocês têm suas coisas, suas missões. É Uber? Quase isso. Abraço? -Só abraço? -Só abraço. Obrigada. Você é uma mulher incrível. Obrigada. Construiu uma vida incrível aqui, Jeff. Lembre-se de sair do beco de vez em quando. Ficará surpreso com o que vai encontrar. Nos lembraremos. Hora de ir. Cadê o motorista? Estou aqui! Não tem motorista. Quando levamos tiro, eu dirijo. Agora, você quer dirigir. Já entendi! Você dirige os carros bons. Tchau, gente. Amanhã é Dia dos Pais na colônia de férias. UM VERÃO DEPOIS Vai direto pro Facebook. Vai fumando! É bom! Qual é o sabor? Das meias do Mikey. Mas de um jeito bom. Prova aí! Saudades dos pés e das meias do Mikey. Dê aqui. Pronta? Essa doeu! Que foi? Não acredito! -Gente! -Natalie, Tim! Tá de brincadeira! O quê?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *