Radio Itaberá > Rádios ao vivo Online FM Ouvir
  Rádios ao vivo Online FM Ouvir

Menu de rádio
Outro
Bem vindo de volta.
70s 80s 90s Acre Adulta Alagoas Amapá Amazonas Ananindeua Anápolis Araguari Arapiraca Araranguá Automobilismo Bagé Bahia Balneário Camboriú Barbacena Barreiras Barretos Bauru Belém Belo Horizonte Bento Gonalves Betim Blues Blumenau Campos Dos Goytacazes Canoinhas Católica Ceará christian Classical Comunitárias conversa Cuapiaçu Curitiba Dance Distrito Federal eclectic Espirito Santo Esportes Flashback Futebol Goiânia Goiás Goioxim Gospel Governador Valadares Gravatá Guanambi Guarapuava Hits Ilhéus Instrumental Itaguai Itapuranga Jazz Jornalismo Maranhão Mato Grosso do Sul Minas Gerais MPB notícia Oldies Pará Paraná Pernambuco pop Pop-Rock Popular Popular 1 Popular 2 Popular 3 Popular 4 Porto Alegre Retro Rio de Janeiro Rio Grande do Sul Rock Samba Santa Catarina Santos São Paulo Sertaneja Sorocaba Telemaco Borba Top 40 Três Lagoas Web

Radio Itaberá

Tipos de rádio: Balneário Camboriú

  

ADS
Radio Itaberá Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta. Adicione ao seu site. Christopher! Christopher! Pára! Não! Vamos! Vamos! Merda. Vamos! Ele está no outro veículo. Como sabes? Porque o passageiro nunca viaja no veículo da retaguarda. Nunca. É o protocolo. Saiam da frente! Saiam da frente! Mais depressa! Não podemos perdê-los. Merda. Ali estão eles. Que estás a fazer? Confia em mim, está bem? Que estás a fazer? Mais depressa! Christopher! Mamã, és tu? Não consigo ver. Tira-me isto. Como tens passado? Adoro-te tanto. Sai daqui. Vai, vai, vai, vai. Não consigo fazer isto sozinha, Travis. Kate, escuta-me. Falei com eles. Esta é a última vez. Na próxima vez venho para casa de vez. Prometo. Prometo. Precisamos de te levar para o hospital. É um pouco tarde para isso. Salvaste o meu filho. Não, tu é que fizeste isso. Vem connosco. Ainda tenho trabalho a fazer. E tens de levar o depoimento às autoridades. Adeus. Adeus. Travis. Zàijiàn, Wolverine. Zàijiàn, Hulk. Travis. Ele ainda está vivo? É o meu bilhete para a baixa. Está bem. Pessoal. Espero que saibas que conheço todos os protocolos de transporte de um passageiro. Por isso, se te desvias, tentando expor a minha posição, não hesitarei em eliminar-te. Certo. Percebeste? Sim, senhor. Então, reporta, está bem? Calma. Acalma-te. Reporta apenas. Certo. Base da Red Mountain , daqui a unidade de resgate . A chegar com o passageiro. Escuto. Unidade de Resgate , daqui base da Red Mountain . Identifique-se, por favor. Whiskey-foxtrot --. Confirmado. As sua equipa falhou o controlo no último quilómetro. Qual é o estado do passageiro? O passageiro está em segurança. Em aproximação do portão Leste. Recebido. Prossiga. Muito bem, fizeste um bom trabalho. Podes descontrair. Provavelmente deveria deixar-te saber que vou morrer daqui a cerca de minutos. Portanto, a única coisa que me interessa é chatear estes gajos o tempo suficiente para permitir que aquela mulher e o filho sobrevivam. Percebeste? Sim, senhor. Se queres ver o amanhã, Continua a fazer com que esta merda resulte. Salvaste-me o couro há pouco. Semper fi, amigo. Passa-se alguma coisa? Passámos por coisas muito maradas, não foi, amigo? Sim, passámos. Sempre soubemos os riscos. Certo? As pessoas que perseguimos... ... podem retaliar. Aconteceu algo? Aconteceu algo à Jasmin? Não, meu. A Kate e o Adam. O quê? Eles... Eles morreram. Lamento, meu. Que é esta? não é um miúdo! Por favor, não atire. Faço o que quiser. Senta-te! Com licença, senhor. Parece haver uma perturbação a ocorrer no portão norte. A carregar vídeo do circuito fechado. Coloca-nos em isolamento total. Depois avise o Sr. Morrow que quero falar com ele. Sim, senhor. Senhor, temos uma situação no portão principal. Sim. Eu sei. Maldito Conrad. Senhor? Explica. Vai para casa. Desaparece daqui! Vai para casa antes que eu mude de ideias. Muito bem, Travis. Agora vamos lá trabalhar. Que estás a pensar? Liga-me ao portão. Imediatamente, senhor. Deixe-me falar com ele. Travis, sou eu. Acabou, amigo. Estás a ouvir-me. Estes tipos, não são como nós. Não há lealdade. Não há código. Só segui um código, Conrad. Que é as pessoas fazerem tudo o que eu mando.

Comentários

Nenhuma resenha encontrada

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*