Rádio Clube Bandeirantes AM 1350

Rádio Clube Bandeirantes AM 1350 Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.

Não, estava a ajudar-te. -Por favor, não mintas. -Eu juro Está bem, só um pouco. Usei-te só um bocadinho. Mas não foi por tua causa. Foi por minha e para me ajudar a mim próprio eu queria ajudar-te a ti. Meu Deus, eu Agora que me ouço a dizer isto soa pior do que é. Pensei que me estavas a ajudar porque gostavas de mim. Desculpa. Não te quero a dormir mais na minha cama. Não quero que fiques mais na minha casa. Meu Deus. Demasiado aperaltada? Nem pensar. Não. Acho que toda a gente aqui está mal vestida. Acho que deste muita classe ao sítio. Acho que eles deviam pagar-te para vires ao jogo. Desculpa. É o meu filho. Olá, querido. O quê? Desculpa, esqueci-me do código. O Hugo está aí? Graças a Deus, não graças a ti. Posso falar com ele? -Não. -Por favor? Deixa-me explicar. Como explicas a uma criança que abriu o coração para ti que estavas apenas a usá-la para seduzir a avó de uma rapariga de quem ele gosta? Não posso acreditar que fui estúpida o suficiente para deixar que o humilhasses assim. Desculpa, está bem? Onde está a câmara do Hugo? Prometo que a devolvo. Então foste tu que a roubaste. Não, não a roubei. Não, Sara. Não me expulses, olha Somos família” Não. Não és família. Não passas de um preguiçoso de anos quem não pensa em mais ninguém a não ser em si próprio. Não roubaste apenas a câmara. Roubaste-lhe a esperança. Roubaste-lhe os sonhos. Mas acaba aqui. Nunca mais me vais usar a mim ou ao Hugo, percebes? Tenho . Quê? Disseste que tenho , mas tenho anos. -Não, não tens. -Claro que tenho. Mas eu tenho . -E então? -Tu és o meu irmão mais velho. Não sei o que te dizer. Sabes que mais? Espero que cresças um dia. Mas não será na minha casa. Está bem, tenho . Certo, . Somos gémeos! Está bem? Bem-vindo a minha casa, é isso Tens de mostrar os teus sentimentos na tua vida -Não tens de cantar, por favor. -Diz o teu nome. Diz o teu nome. Maximo. Não é vergonha, estás na casa da Cindy Casa da Condy. Obrigado por me deixares ficar. Atenção. Temos um bom chá quente. Acho que tirei todos os pelos. E podes ficar quanto tempo quiseres. Tenho a certeza que arranjarás uma maneira de me pagar. Eu percebo. Bate-me. Contacto visual. Não percas o contacto visual. -O que estás a fazer? -Estou prestes a pagar-te. O quê? Meu Deus! Não, para. Por favor, para. -Não é isto que queres? -Não. Meu Deus, não. Tapa-te. Não estás atraída por mim? -Não. -A sério? De todo. Não, sinto-me atraída por homens mesmo muito bonitos. Homens com caras bonitas, corpos bonitos, musculados, jeitosos e mais novos, muito mais novos que tu. E altos, muito mais altos. Mas isso sou eu. Então porque me deste o emprego? Acho que gosto de ajudar pessoas desfavorecidas, magoadas, tristes, tristes criaturas. Porque achas que tenho tantos gatos? Eles precisam de mim, mas eu preciso deles. Mas eles magoam-te vezes sem conta. Este aqui, não é? Eu sei. Só porque me magoam não significa que não gostem de mim. Eu tomo conta deles e não espero nada em troca. Estes gatos são a minha família. Eu tive a chance de fazer parte de uma família. Estraguei tudo. Não acho que tenhas estragado tudo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *