Rádio Atlântida FM 102.7 > Rádios ao vivo Online FM Ouvir
  Rádios ao vivo Online FM Ouvir

Menu de rádio
Outro
Bem vindo de volta.
00s 40s 60s 70s 80s 90s Acre Adulta adulto contemporâneo Alagoas alma Amapá Amazonas Ananindeua Anápolis Apparecida Araçatuba Araguari Arapiraca Araranguá Automobilismo Bagé Bahia Balneário Camboriú Barbacena Barreiras Barretos Bauru Belém Belo Horizonte Bento Gonalves Betim Blues Blumenau Bom Successo bossa nova brasileiro Campos Dos Goytacazes Canções de amor Canoinhas Carapicuiba Católica Ceará christian Classical Comunitárias conversa Country cristão cristão contemporâneo Cuapiaçu Cuiabá Curitiba dança Dance Distrito Federal eclectic eletrônico Espirito Santo Esportes Flashback Florianópolis folk Fortaleza funk Futebol Goiânia Goiás Goioxim Gospel Governador Valadares Gravatá Guanambi Guarapuava Hits Ilhéus Instrumental Itaguai Itapuranga Jaquaritinga do Norte Jazz Jornalismo Kalore Kpop Manaus Maranhão Maringá Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais MPB notícia Oldies país Pará Paraná Pernambuco pop Pop-Rock Popular Popular 1 Popular 2 Popular 3 Popular 4 Porto Alegre Recife reggae Retro Ribeira Rio de Janeiro Rio Grande do Sul Rock rock clássico rock'n'roll romantic romântico Samba Santa Catarina Santos São Paulo sartanejo Sertaneja Sorocaba Talk Telemaco Borba Tiete Top 40 top40 Três Lagoas Vila Velha Web

Rádio Atlântida FM 102.7

Tipos de rádio: Balneário Camboriú

  

ADS
Rádio Atlântida FM 102.7 Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta. O que é essa porcaria no teu nariz? É suor. Espera! Os meus sapatos. Muito bem, volto já. -Não sejas raptado. -Está bem. Obrigado. Aqueles, por favor. -Bom trabalho. -Gosto de agradar. Lembra-te Contacto visual e confiança. Vá lá, tira isso. Tu consegues. Agora sim. Olha para isto, és um Deus Grego. -Abdominais de aço. -Sim. -Sim. -O meu nariz está a transpirar? Sim, um pouco. Mas não se vai notar quando entrares na água. -Muito bem. -Anda. Vai apanhá-la. Tu consegues. Vamos, garanhão. Precisas de uma toalha? Contacto visual! Olá, Arden. Olá, Hugo. Sabes o meu nome? Sim, sei o teu nome. Só para que saibas, quero dizer O-L-Á, não O-A-. Muito bem. Vamos meninas, o treino acabou. É preciso limpar a área da piscina. Toda a gente lá fora. Sim! Sim! Sim! -Sim? -Sim! -Sim? -Ela convidou-me para a festa dela! Ela convidou-me para a festa dela! Conseguimos! É exactamente o que eu precisava. -Sim! -Sim! -Vês o meu sobrinho feliz? -Sim! Sim, meu, conseguiste! -Ouvi falar no projecto Pasadena. -Sim. Ouve, tenho umas ideias. Sei que é improvável, mas por favor, dá uma olhadela. Gostava de uma oportunidade. E prometo que o trato como um bebé. Olá, mãe. O estava aberto. Está tudo bem. Só o deixei conduzir no quarteirão. Deixa lá, não sou daquelas pessoas que se preocupa muito com as crianças. Hugo, isso é fantástico. Uma festa com outros miúdos. -Então eu posso ir? -Claro. Eu levo-te. Vai ser bom. Sara, trabalhas tanto. Eu levo-o. Estás a brincar? Não posso esperar para conhecer a nova amiga do Hugo. Além disso, vamos ver a grande casa da avó dela, não é? Sem ofensa, mas acho que o Hugo preferia muito mais ir comigo. Quer dizer, olha para ti. Olha para mim. -Olha para ti. -Maximo, Maximo. As palavras devem soar bem na tua cabeça antes de deixarem os lábios da tua cara parva. Não quero saber quem me leva. Estou só feliz por ir. Eu levo-te, docinho. Estou certo que o tio Maximo tem melhores planos para um Sábado. Está bem. James. Raios! Assustaste-me! Desculpa. Sou o Maximo, o irmão da Sara. Sim, porque estás escondido no meu lixo? Precisamos de falar. É sobre a Sara. Meu Deus, o que aconteceu? Não é o que aconteceu, é o que não aconteceu. -Não percebo. O que queres dizer? -James Não estou a dizer que percebo, mas ela gosta de ti. -Sim? -Sim. Tenho uma ideia. Convida-a para sair no sábado. Sábado? Não achas que já esperaste muito? Porta. Não te incomodes. Deixa-te estar aí sem fazer nada enquanto eu cozinho e abro a porta, e tudo o resto que tu precisas. Olá. -Olá, James. -Olá. É a tua porta outra vez? Vou buscar as ferramentas. Não. Na verdade é É É o meu lavatório. Estava a brincar. Engraçado. Precisas de alguma coisa? Ou vieste só dizer a piada sobre o lavatório? Não. Na verdade, não. Quer dizer, sim, mas eu Vim convidar-te para sair no Sábado, se estiveres livre e quiseres Se quiseres sair comigo. Que foi? Não sei. -Está bem. -Mãe, estás bem? Queres pensar sobre o assunto? -Não sei. -Ela está estranha. -Talvez? -Sim, ela vai pensar no assunto e depois diz-te alguma coisa. Muito bem. Mas de qualquer forma, diz-me alguma coisa.

Comentários

Nenhuma resenha encontrada

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*