Rádio Aleluia FM 106.3 FM > Rádios ao vivo Online FM Ouvir
  Rádios ao vivo Online FM Ouvir

Menu de rádio
Outro
Bem vindo de volta.
00s 40s 60s 70s 80s 90s Acre Adulta adulto contemporâneo Alagoas Amapá Amazonas Ananindeua Anápolis Araçatuba Araguari Arapiraca Araranguá Automobilismo Bagé Bahia Balneário Camboriú Barbacena Barreiras Barretos Bauru Belém Belo Horizonte Bento Gonalves Betim Blues Blumenau Bom Successo bossa nova brasileiro Campos Dos Goytacazes Canções de amor Canoinhas Católica Ceará christian Classical Comunitárias conversa cristão cristão contemporâneo Cuapiaçu Curitiba dança Dance Distrito Federal eclectic eletrônico Espirito Santo Esportes Flashback Florianópolis folk Fortaleza funk Futebol Goiânia Goiás Goioxim Gospel Governador Valadares Gravatá Guanambi Guarapuava Hits Ilhéus Instrumental Itaguai Itapuranga Jazz Jornalismo Kalore Kpop Manaus Maranhão Maringá Mato Grosso do Sul Minas Gerais MPB notícia Oldies Pará Paraná Pernambuco pop Pop-Rock Popular Popular 1 Popular 2 Popular 3 Popular 4 Porto Alegre Recife reggae Retro Ribeira Rio de Janeiro Rio Grande do Sul Rock rock clássico rock'n'roll romantic romântico Samba Santa Catarina Santos São Paulo sartanejo Sertaneja Sorocaba Telemaco Borba Tiete Top 40 top40 Três Lagoas Vila Velha Web

Rádio Aleluia FM 106.3 FM

Tipos de rádio: Balneário Camboriú

  

ADS
Rádio Aleluia FM 106.3 FM Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta. “Quando é que isto começou?” “Matem-no!” E eu estou bem lá atrás. “Matem-no! À frente de toda a gente! Toda a gente a ver! Toda a gente. Não, querida, toda a gente vê. Toda a gente. Toda a gente vê. Toda a gente vê. Nunca sejas assim.” É uma situação de alta-pressão assim que começas a lidar com a segurança. Ninguém se veste e despe a andar de lado em casa, mas querem que sejas um atleta olímpico quando lá chegas. “Despacha-te!” As pessoas choram, tipo: “Só quero voltar a ver a minha família! Posso deixar o pullover? Oh, meu Deus! Esqueci-me de pôr a carteira na caixa! O que vai acontecer?” Nada de carteiras! É tanta tensão, caralho. Estamos na fila com a multidão, aos ziguezagues, pois, é o momento mais divertido das nossas vidas. Quando chegamos à caixa, ficamos nas mãos da segurança. Ninguém é teu amigo. Ninguém é teu amigo. Estão a observar-te. Assim que tocares na caixa, vai! “Não consegues ir mais depressa? De quantas caixas precisas? Portátil e um iPad? Vais para onde, caralho?” Depois temos de passar pelo raio da máquina do Stargate. O que é aquilo? Porque é que fazemos aquilo? O que é aquilo? Se perguntamos à segurança: “O que é que isto faz?” Eles respondem: “Bem, mostra-nos os locais onde estão a suar e depois nós atacamo-los.” A próxima vez que estiverem no aeroporto e entrarem na máquina do Stargate, olhem para a pessoa do outro lado e digam: “Não sei. Acho que Los Angeles, , por favor.” “Senhor, saia por favor.” “Quanto tempo estive fora?” Façam isso tudo. “Senhor, pode sair.” “Quanto tempo estive fora? Onde estou?” “Muito engraçado, senhor. Por favor, vá para o seu voo. Você, senhora com o leite de bebé, porque está aqui?” “Acho que fui enviada do futuro para matar um rapaz.” “Senhor, por favor, pegue na mala. Vá para o seu voo. Minha senhora, venha cá! Porque está a tentar alimentar crianças?” De qualquer forma, foi a parte dos aeroportos. Se acham que Jesus era branco, não podem ter opinião sobre o controlo de armas. Tudo bem. Nem todos vão concordar. Sabemos que agora, mais que nunca, a educação é cara. E algumas pessoas no público pensam: “Mas Jesus era branco.” E estão a fazer o melhor. Eu quero viver assim. Não posso. Tenho de estar aqui. Tenho de investigar. Só estou a dizer que, se querem uma mudança a sério, têm de limitar a possibilidade de algumas pessoas votarem. Eu sei. Eu sei. Não parece progressista. O genocídio também não. As pessoas odeiam o genocídio. Porquê? Porque tem sido usado horrivelmente sempre que foi usado ao longo da história? Isso não o torna necessariamente mau. Se vos dissesse amanhã que íamos reunir todos os racistas e homofóbicos, e matá-los, vão dizer-me que as pessoas inteligentes não iriam dizer: “, ainda não tentámos essa via. Isso talvez tenha impacto.” Talvez não se baseie na cor de pele ou na religião. Talvez seja só: “Quem é o idiota? Tirem-no daqui.” Incluam os que negam o aquecimento global também. Vamos limpar a casa. Vocês entendem. Vocês são o máximo, são fixes. Entendem. Eu sou uma daquelas pessoas que não acredita no aquecimento global, mas tenho a certeza que a Arca de Noé foi uma história verídica.

Comentários

Nenhuma resenha encontrada

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*