Radio Nativa FM

Radio Nativa FM, Radio Nativa FM ao Vivo Online

Claro, estas são coisas de mãe. E você Gianna, está sempre sozinha? Estou bem assim. Não preciso de ninguém. Sim, está bem, mas o que isso tem a ver? Ainda é jovem radio bonita radio até você tem direito. Quando penso que se passaram Sei lá, talvez este roupão, que você vestiu radio o seu perfume radio Por favor, seja boazinha, sempre tive tão pouca sorte! Queria dizer que radio ah, sim! Tem um cigarro? Que distração. Desculpe. Tchau. Boa noite. Amanhã, falaremos a sério. Tchau. Roberto! Roberto, acorde! O que está fazendo? Adivinhe. Mexa-se! Vamos embora. Por quê? Sim. Vamos dormir em outro lugar. Aqui o calor é insuportável, tem mosquitos radio e depois tem outra coisa radio sabe que eu e minha mulher estamos separados. Se souberem que dormi debaixo do mesmo teto radio ela pode ter problemas até para a anulação. Vamos, mexa-se! O que eu fiz de mal? Sabe uma coisa? Se tivesse um irmão queria que fosse como você. Mas esta noite teríamos discutido. Conhece aquele provérbio judeu radio que minha avó sempre dizia. Espere, como era? “O amor por uma mulher é móvel como a lua radio o afeto por um irmão é firme como as estrelas”. Bonito, não é? E Caim, então? Caim? O que tem a ver com isso? O Caim era um bandido. Segure aqui. Ajude aqui! E assim temos tudo radio ar livre, um teto de estrelas radio pena que tenha esquecido os cigarros em casa. Já está. Sua avó era judia? Por quê? É racista? Não, não. E você? Eu? Imagine, não me conhece? Certa vez, estive com uma judia negra. É verdade que um cigarro radio Você não radio não, não fuma. Você é um tipo estranho radio não fuma, não bebe, mas se bebe fica bêbado logo radio não sabe dirigir radio Como você vive? Como você aproveita a vida? Não exagere. Às vezes, eu tento ser diferente, mas não posso radio me sinto bloqueado. Como, bloqueado? Tem que se soltar. Jogue-se, faça como eu. Não é fácil. Antes de me jogar radio sempre me pergunto onde vou cair radio e por isso não me jogo. Sou um cretino. Não! Você é inteligente. Eu é que sou tonto. Bem, nos vemos amanhã. O que é isso? Tem um cigarro? Sumam, sumam! Quantas cartas? Três cartas. Gosta? De quem? Daquela que passou. A moça com o cachorro. Todo mundo gosta dela. Não é a única. Onde dormiram esta noite? Numa pensão. Em pleno feriado? Tiveram sorte! Sim, tivemos sorte. Se está procurando o seu amigo, é aquele! Aquele com a cabeça pra baixo. O mundo é mais bonito assim. Agora com uma mão só? Quem é você? Brincadeira de crianças! Cleópatra, estava me fotografando? Bruno, não tem sorte. Sou sua filha. Não me reconhece? Por que colocou isso na cabeça? Fica melhor loira, sabia? Mas parece que você vai atrás das morenas. Vamos, que eu a reconheci logo! Vai pra lá que eu tiro uma foto. Aí! Olhe para cá. Aí! Quieta! Espere, olhe para o outro lado. Pronto! Depois, te mando. Sim, por favor. Bruno! Onde se escondeu? Estava procurando você. Sim, o jovem Werther, vem andar de barco conosco? Venha! Não, temos que partir! Pegue um pouco de sol! Está branco como um morto! Precisa de ajuda para empurrar o barco? Tem só anos e é filha de um policial. Vamos, pés de chumbo! Tem que fazer ginástica! Hoje, vai chegar a na sombra. Tchau, sedentários! Quem é aquele belo jovem? Meu pai. Não acredito! O que tem este aqui? Como pode ser tão jovem e tão estranho? Por quê? Eu gosto, e te acho simpático. Sim, mas se não fala! Parece pouco para você? O que acham, lasanhas ao pesto em Portofino! Querem ir a Portofino agora? Por que não? É uma ideia. O que você pensa disso? Não, eu não posso. Quero descer. Alessandro, vamos a Portofino! Dou-lhe duas horas. Não. Por que não? Por que não. Eles são os patrões. Mandam! Não pode mandá-los embora. É o mesmo drama das empregadas domésticas. Sabe, Lilli, estou contente por ter uma filha como você radio sabe um montão de coisas, é inteligente radio decidida radio segura. Eu? Eu pareço segura? Não, se engana. Nesse ponto, não puxei você. Mamãe diz que você nasceu vencedor radio eu, ao contrário, certas vezes radio tenho a sensação de continuar no escuro. De dar o braço a alguém que não tem braço. Por isso gostaria de ter uma vida segura. Quando estou só, sabia radio penso muito em você, pai. Vai ver, são sensações que passam. Eu também, às vezes, quando me sinto só radio mas depois radio mesmo esse tipo, o Bibi radio será alguém sem surpresas radio mas é estável. Enfim radio vai ver que com ele radio Por que não faz uma coisa? Venha ficar um pouco comigo. Venha me visitar em Roma e radio vamos passear, nos divertirmos. Levo-a para dançar, está bem? Onde posso levá-la? Não sei ser pai. Veja, outro no meu lugar saberia falar radio explicar radio Não, fique quieto. Pelo menos você, não mude! Por favor, papai. Estou chegando! Que banho bom! Incomodo? Não, imagine! Incomodei? Estava combinando radio ? Por quê? Ela não quer? Sei lá! Aliás, sabe que horas são? Quando partimos? Logo, depois do banho. Mas você, meu filho, nunca relaxa? Está conosco em todos os lugares. Aliás radio tem que me emprestar dinheiro para a gasolina porque aqui radio fiquei sem gasolina de tanto andar. Belo barco, não é? O pessoal do Norte tem muito dinheiro! Sabe o que a Lilli me disse? Que de vez em quando pensa em mim. Aliás, muitas vezes. E que me vê sempre como um vencedor. Vencedor de quê, não sei, mas gostei de saber. Ah, me chamou até de papai. Quando esquenta o sol. Está alegre hoje! Alegre? Estava pensando em você. Veja, como se trata do futuro da minha filha radio Claro, mas já falou sobre isso com sua radio com a mãe da Lilli? Com Gianna? Sim. Toda a noite, em reunião de família. Cortona radio eu sou do tipo que não se diverte com as mocinhas radio e nem tenho tempo para isso. Eu gosto da Lilli. É claro que não quero que se apaixone por mim radio mas é uma jovem com a cabeça no lugar radio e sabe que, comigo, nunca lhe faltará nada. Por isso que radio Por isso que vejo tudo fácil. Pelo contrário, tive uma vida difícil. Primeiro a guerra, depois o casamento radio me roubaram os melhores anos. foi um ano duríssimo. Aos anos, é difícil ter que andar de ônibus. Mas, se você é honesto, não tem motivo para se envergonhar Os ônibus estão cheios de pessoas honestas



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *