Radio FM Novo Tempo 105.3

Radio FM Novo Tempo 105.3, Radio FM Novo Tempo 105.3 ao Vivo Online

radio Já terminámos, senhor? Não. A Sra. Hanley está aqui para falar da Murph. A Murph é uma menina impecável, muito inteligente. Mas tem tido alguns problemas ultimamente. Trouxe isto para uma apresentação oral. O capítulo sobre aterragens lunares. Sim, é um dos meus livros antigos. Sempre gostou das gravuras. É um velho livro federal. Substituímo-lo pelas versões corrigidas. Corrigidas? Explicam que as Missões Apollo foram simuladas para levar a União Soviética à falência. Não acredita que fomos à Lua? Acredito que foi uma propaganda brilhante que levou os Soviéticos a esturrarem recursos em foguetes e outras máquinas inúteis. Máquinas inúteis? E se não queremos repetir os excessos e desperdícios do século , então temos de elucidar os nossos filhos acerca deste planeta. Sem histórias de como abandoná-lo. Eu conheço uma dessas máquinas inúteis que usaram. Chamava-se IRM. E se ainda tivéssemos alguma, os médicos poderiam ter detectado o quisto no cérebro da minha mulher antes de morrer e não depois. Nesse caso, estaria ela aqui sentada a ouvir isto em vez de mim, o que seria óptimo, pois ela sempre teve mais paciência. Sinto muito pela sua esposa, Sr. Cooper. Mas a Murph chegou a ser agressiva com alguns dos seus colegas devido a este disparate das Missões Apolo. Como tal, achámos por bem chamá-lo para discutirmos a melhor forma de lidar com este comportamento daqui para a frente. Pois, acontece que amanhã à noite há jogo. Ela agora está numa de basebol, e vai jogar a equipa favorita dela. Haverá doces, refrigerantes radio Acho que vou levá-la. Como é que correu? Arranjei-te uma suspensão. O quê?! Cooper. Fala o Cooper, diz. Coop, as ceifeiras-debulhadoras que reconstruíste passaram-se completamente. Reinicia os controlos. Já fiz isso, mas devias confirmar. Abandonaram os campos e regressaram aqui, uma após a outra. Algo está a interferir com a bússola. Magnetismo. Ou algo do género. Não há nada de especial com os livros. Tenho estado a trabalhar nisso, como disseste. Contei os espaços. Para quê? Para o caso do fantasma tentar comunicar. Estou a tentar Morse. Morse? Sim, pontos e traços radio Eu sei o que é Código Morse, Murph. Mas não creio que a tua estante esteja a tentar falar contigo. Tive que reiniciar cada relógio da bússola e o GPS para corrigir a anomalia. Qual era? Não sei. Se a casa tivesse sido construída sobre minério magnético, já teríamos reparado da primeira vez que ligámos o tractor. Ouvi dizer que a reunião na escola não correu lá muito bem. Ai sim? É como se nos tivéssemos esquecido de quem somos, Donald. Exploradores, pioneiros, não apenas cuidadores. Quando era miúdo, sentia-me como se inventassem algo novo todos os dias. Quer fosse um dispositivo ou ideia. Como se fosse Natal todos os dias, mas num mundo com biliões de pessoas. Tenta imaginar. E cada um deles a tentar monopolizar tudo. Este mundo não é assim tão mau. E o Tom vai adaptar-se bem. Tu é que não te encaixas. Nasceste anos mais tarde ou anos mais cedo. A minha filha bem o sabia. Que Deus a abençoe. E os teus filhos também sabem, especialmente a Murph. Antes olhávamos para o céu e perguntávamos qual era o nosso lugar nas estrelas. Agora olhamos para baixo e preocupamo-nos com o nosso lugar na poeira. Cooper, tu eras bom em determinada coisa, mas nunca tiveste a oportunidade de a explorar. Lamento. Ninguém esperava que a terra que nos dava alimento, se voltasse contra nós e nos destruísse. Em Abril, se não me engano. Creio que foi a de Abril. Foi por volta das :h que aquela coisa desabou do cimo do desfiladeiro. No meu tempo é que havia verdadeiros jogadores. Quem são estes vadios? Pois, mas no meu tempo, as pessoas estavam demasiado ocupadas a lutar por comida, em vez de jogarem basebol. Pipocas num jogo de basebol até parece mal. Quero um cachorro quente. Dizem na escola que vais seguir as minhas pisadas. Parece-me bastante bem. Parece-te bem? Tu odeias a quinta, pai. Palavras do avô. Foi o que o avô disse? Ouve, o que importa é como te sentes em relação a isso. Eu gosto do que fazes. E gosto da nossa quinta. E vais ser muito bom nisso. Vamos pisgar-nos daqui. Muito bem, esta é das valentes. Malta, toca a pôr as máscaras. Tom, Murph, prontos? Sim. Murph, Tom, fecharam as janelas? Murph. O fantasma. Pega na tua almofada. Vais dormir com o Tom. Não é um fantasma. É a gravidade. Levo o Tom, depois sigo para a cidade. Vais limpar o quarto? Quando terminares de o venerar. Não é Morse, Murph, é binário. As linhas grossas equivalem a , as finas a . São coordenadas. É isso mesmo. Não posso perder pitada. O avô regressa daqui a algumas horas, Murph. Mas nem sabes o que vais encontrar. É por isso mesmo, que não te posso levar. Murph. O avô chega daqui a pouco, diz-lhe que depois ligo pelo rádio. Jesus! Que estás aqui a fazer? Achas que tem graça? Não estarias aqui, se não fosse eu. Faz alguma coisa de útil. Murph. Murph. Acho que a estrada acaba aqui. Trouxeste algum alicate de corte? Linda menina! Afaste-se da vedação. Não dispare, estou desarmado. A minha filha está no carro. Não tenhas medo. Como encontrou este local? Onde está a minha filha? Tinha as coordenadas destas instalações marcadas no mapa. Como é que as obteve? Onde está a minha filha? Não me obrigue a derrubá-lo outra vez, sente-se! Achas que ainda és um Marine, camarada? Os Marines não existem. E sabes que mais? Tenho soldados como tu a cortarem-me a relva. Onde encontrou estas coordenadas? A menos que queiras acabar como um corta-relvas radio Acho que darias um fabuloso aspirador. Não me parece. TARS, recua, por favor. Está a correr riscos ao utilizar segurança ex-militar. São antiquados e as unidades de controlo são imprevisíveis. Foi o que o governo pôde arranjar. Quem é você? Sou a Dra. Brand. Conheci em tempos um Dr. Brand, mas era professor. O que o faz pensar que não sou? Não era assim tão jeitoso. Por favor, Dra. Brand, não faço ideia onde estou metido. Mas estou preocupado com a minha filha, e quero-a ao pé de mim. Traga-a e dir-lhe-ei tudo o que quiser saber. Leva o director e a miúda para a sala de reuniões. A sua filha está bem. É bastante perspicaz. Deve ter uma mãe muito inteligente. Deixou bem claro que não querem visitas. Porque não nos deixa voltar por onde viemos e seguir caminho? Não é assim tão simples. Claro que é. Não sei nada sobre si, nem sobre este lugar. Sabe sim. Pai! Olá, Cooper. Professor Brand. Explique-me como encontrou estas instalações. Foi como se tropeçássemos nelas. Estávamos numa missão de salvamento radio Está sentado no segredo mais bem guardado do mundo. Ninguém tropeça na entrada ou na saída. Cooper, por favor, coopera com estas pessoas. Bem, é difícil de explicar. Nós encontrámos estas coordenadas através de uma anomalia. Que tipo de anomalia? Hesitaria em qualificá-la de sobrenatural, mas não é científica radio Terá que começar a ser mais específico, Sr. Cooper, e depressa. Foi a gravidade. Que espécie de anomalia gravitacional e onde? Gosto muito do vosso entusiasmo pela gravidade, mas radio não diremos nada até termos garantias. Garantias? Exacto. Como sairmos daqui em segurança e não na bagageira de um carro. Não sabes quem somos, Coop? Não,



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *