Rádio Tropical Embaúba 98.7 FM

Rádio Tropical Embaúba 98.7 FM Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.

Adicione ao seu site.

Billy! Oi. Um segundo. O que está fazendo? Por que fez parecer que ela confessou algo para você? Não. Você tirou do contexto. Iris. Não é justo. Quer saber… Arrancar dinheiro dos pais dela, não fará isso doer menos. Não melhorará nada. Vai sim. Não vai. Não vai. Um segundo, amigo. Ainda temos que acordar todos os dias e ir para o trabalho normalmente. Ninguém espera que sejam normais. Acha que posso sentar em casa e chorar o dia todo? Iris, acorde. Não corrigirá nada. Nunca será corrigido, Iris. Não sou um idiota. Preciso falar com ela. Não acha que ela precisa falar com alguém? Vocês não deviam se falar até depois do tribunal. Adeus. Você é incrível. Esses são maravilhosos. Acho… Que não sou o que precisa. Acho que sei mais que você sobre o que eu preciso. Eu te amo. Sabe o que é isso? Não. Esse é o momento logo antes de tudo desmoronar. Eu te amo mas isso não importa. Não é culpa da Catherine que a Mae morreu, mas não importa. É assim que funciona. Tudo desmorona. E precisamos continuar andando, tentando não cair. O mais longe possível. Não diga isso. Não é assim. Tenho que ir. Deveria estar dentro de mim e nunca sair. Tanto faz. Tenho haxixe e é a final da Little League de Newburgh! Está pronta para chorar… Desculpem. Professor McCann? Oi. Oi. Tenho que ir. Obrigado. O que está fazendo? Eu tenho… Mamilos marrons. Você deixou o poema sobre aquela criança drogada… Deixou em uma gaveta. O que está fazendo? O que quer dizer? Não sei. O que estou fazendo. Sabe que não se trata de você. Espero que entenda que não se trata de você, Gerald McCann. Por ela, diga-me que compreende até certo ponto. Ela está vivenciando uma crise baseada em vida e morte, e você dá seu pinto de presente? Acha que ele tem poderes de cura mágicos? Não tem. Merda. Merda. Você costumava ser original. Eu sei. Eu sei, . Ela encontrou um poema que escrevi sobre você. E ela apareceu ontem à noite. O que ela… Ela voltou para a cidade. Posso ler? Sim. Vou usar esse próximo semestre para ir até Maine. Meus pais estão se mudando da nossa antiga casa e querem minha ajuda… E preciso me reorganizar. Por minha causa? Por minha causa. Faria tudo de novo em um segundo. Não se isso te faria pior. Realmente espero que não piorei para você. É ridículo para mim te oferecer qualquer conselho sobre a vida, claramente. Claramente. Mas… Conheço isso. E é uma espécie de receita. Certo. E funciona. Estas pessoas escreveram como saíram da situação que está agora. Chegaram aqui primeiro. Descobriram como. Portanto, Frost, Yeats, Dylan Thomas. Tudo. Adam Zagajewsk, Louvado seja o mundo mutilado. Dickinson, Meço cada dor que conheço com um olhar minucioso e hábil. Imagino se pesa com a minha, ou é mais leve. Enfim, tem várias outras. Pode ficar com isso. E então… Envie-me o que escrever. E farei o mesmo. Tudo bem? Sim. VOLTA ÀS AULAS VENDA DE LIVROS FIM DO VERÃO Elas esperaram no acostamento pelo serviço de emergência. Não tinham telefones, e não podiam andar por causa dos ferimentos, então, apenas esperaram. Sabemos que esperaram por mais de uma hora. Catherine, pode me passar os ovos? Catherine, pode me passar os ovos, por favor? Céus! ! Deus! Que é essa? Não conheço minha própria força. Sim, é muito engraçado. Fique aí. Por que parece infeliz? Quando há tantas coisas para ser feliz? Acabou com o Gerald. A esposa dele descobriu. Ela foi até você? Não. Mas sabe que fui eu. Está apaixonada por ele? Não sei. Não conseguia… Não conseguia nem tocá-la. Ela já estava morta, Catherine. Deveria ter ficado com ela. Deveria ter… Deveria ter ficado. Sinto muito pelo seu amor. Onde está indo? Só queria dizer que deveríamos sair amanhã. Não vá. É a noite anterior ao meu julgamento. Vamos viver enquanto podemos. Catherine. Vá se ferrar! Que é essa? A única bússola verdadeira do pântano da vida americana é confiarmos nas nossas próprias éticas pessoais. Ele não quer te ver. O quê? O garçom está te chamando. Pare! Sim? Você e sua amiga precisam ir embora. Por quê? Não fizemos nada errado. Porque tenho obrigações com certos clientes aqui. Esse é o motivo. Obrigações? Tudo bem. Não. Billy? Escute, cara. Deixe-me falar com o Billy por um segundo! O que está acontecendo? Querem que saiamos. Billy pediu para que nos expulsassem. E não está certo. Não. Vamos sair. Tudo bem. Não. Iris, vamos. Não. Acalme-se. Não, Iris. Saia do bar. Billy, olhe para mim! Iris, acalme-se. Olhe para mim, ! Vá se foder! Iris, pare! Por que não podemos ficar aqui? Todos os outros podem ficar aqui. Explique para mim. Por favor! Por favor me diga o porquê! Eu… Não é justo! Solte ela! Solte-me! Fora do meu bar! Está me machucando! Isso machuca. Está bem, Iris? Sim. Podemos ir devagar. Estou bem. Estamos quase lá. É realmente quente. Oi. Oi. Eu só… Eu… Sinto sua falta, Mae. O mundo não é o mesmo sem você. Ficará feliz em saber que meus pais disseram que se perdermos, terão que pagar a sentença e terei que arranjar um emprego. Espero que envolva um uniforme de poliéster de marca. Se você tem alguma opinião, envolverá listras horizontais e o suor da antiga empregada. Amém. Sinto muito. Eu te amo tanto.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *