Rádio Antena 1 – 90.9 FMSão Paulo > Rádios ao vivo Online FM Ouvir
  Rádios ao vivo Online FM Ouvir

Menu de rádio
Outro
Bem vindo de volta.
00s 40s 60s 70s 80s 90s Acre Adulta adulto contemporâneo Alagoas alma Amapá Amazonas Ananindeua Anápolis Apparecida Araçatuba Araguari Arapiraca Araranguá Automobilismo Bagé Bahia Balneário Camboriú Barbacena Barreiras Barretos Bauru Belém Belo Horizonte Bento Gonalves Betim Blues Blumenau Bom Successo bossa nova brasileiro Campos Dos Goytacazes Canções de amor Canoinhas Carapicuiba Católica Ceará christian Classical Comunitárias conversa Country cristão cristão contemporâneo Cuapiaçu Cuiabá Curitiba dança Dance Distrito Federal eclectic eletrônico Espirito Santo Esportes Flashback Florianópolis folk Fortaleza funk Futebol Goiânia Goiás Goioxim Gospel Governador Valadares Gravatá Guanambi Guarapuava Hits Ilhéus Instrumental Itaguai Itapuranga Jaquaritinga do Norte Jazz Jornalismo Kalore Kpop Manaus Maranhão Maringá Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais MPB notícia Oldies país Pará Paraná Pernambuco pop Pop-Rock Popular Popular 1 Popular 2 Popular 3 Popular 4 Porto Alegre Recife reggae Retro Ribeira Rio de Janeiro Rio Grande do Sul Rock rock clássico rock'n'roll romantic romântico Samba Santa Catarina Santos São Paulo sartanejo Sertaneja Sorocaba Talk Telemaco Borba Tiete Top 40 top40 Três Lagoas Vila Velha Web

Rádio Antena 1 – 90.9 FMSão Paulo

Tipos de rádio: Bagé

  

ADS
Rádio Antena 1 - 90.9 FMSão Paulo Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta. “Esperem lá, o espetáculo é isto?” O espetáculo é isto. Anal. Quem já fez anal? Mas, tipo, anal. Anal, mesmo. Anal. Quem fez anal? Tenho uma piada e já vou a meio. Isto é isto. Sou uma espécie de Louis CK ao contrário. Escrevo uma piada por ano. E na verdade esta já tem três anos. Por isso, este especial vai ser bom. Fizeram uma boa escolha. Obrigado por estarem aqui. Anal. Ainda estamos Ainda se trata de anal. Anal. Ajuda se a postura for esta? Anal! Quem já fez anal? Sou o comediante mais grosseiro de hoje em dia! Mas quem já fez anal? Enrabar. É melhor assim? É melhor assim? Mas é melhor assim? Enrabar. Algumas pessoas “Ah, enrabar. OK, sim. OK. Pois, o gajo disse ‘anal,’ e eu pensei: ‘Quem é o médico-advogado no palco?’ Anal? O quê? Enrabar. Assim já gosto mais. É mais a minha onda! Verdade seja dita, é mais a minha onda. Eu enrabo! Queres saber? Eu enra ” Têm de dizer “enrabar” com sotaque. Se o disserem sem sotaque, parecem um assassino em série. “Vocês enrabam?” “Oh, meu Deus. Karen, baixa o raio da mão! É obviamente uma armadilha. É uma armadilha mortal.” “Bem, não sei. Nunca estive nestas cenas.” “Pois, tanto faz. Enrabar!” Não é Não pensam logo: “Não é assim tão mau”? “Vocês enrabam-se?” “Olha, é o tipo da gasolineira! Responde-lhe.” “Só quero saber se vocês já se enrabaram! Vamos lá! Sem chumbo, atestar? É para já! Vocês enrabam-se?” “Olá. Queria atestar. Estou na bomba dez. Digo-lhe uma coisa, aquele empregado é um tipo muito animado. O quê? Não é empregado? Volto já. Não, a culpa é minha. Houve muitos sinais de alerta, eu devia Devia ter tomado atenção.” “Vocês enrabam? Enrabar!” Eu e a minha mulher tentámos o anal uma vez e Cala-te, caralho! Cala-te! Eu já vos perguntei se fizeram. Ninguém disse nada. Agora tenho de falar o espetáculo todo. Este trabalho é uma . Neste momento pensam: “Se calhar só tem mesmo uma piada. Pensávamos que ele estava a brincar.” A cena do espetáculo desta noite era a sinceridade. Eu e a minha mulher tentámos o anal uma vez e eu não gostei, e, por algum motivo, isso faz-me sentir um cavalheiro. Tudo bem, querida. Não temos de ir por aí outra vez. Deus sabe como odiaste. Tantas lágrimas. Se a vossa mulher chorar durante o o, está a dizer-vos alguma coisa. Verifiquem. Entendem? Comuniquem. “Estás bem?” Basta isso. “Então, está tudo bem? O que se passa? Estou aqui enevoado. Sei lá ” E falem mesmo assim. É muito atraente para as mulheres. É mesmo muito atraente para as mulheres. “Olha, só uma perguntinha! Que lágrimas são essas?” Sejam eufóricos. “Ei! Que lágrimas são essas? Vamos voltar à ação!” Onde é que perderam o interesse? Na visualização da minha mulher a chorar durante o o anal? Foi aí que algumas pessoas disseram: “Sabes que mais? Não. Não, vamos embora daqui. Não vim aqui para isto.” Se alguma vez tentaram, é uma coisa. Ótimo. Tentaram. Alguma vez tentaram tentar? Entendem? Estão a ver? É quando estão prestes a tentar e de repente param e dizem: “Não consigo fazer isto. Quem é que eu acho que sou? Só porque vi montes de filmes não significa que saiba o que estou a fazer.

Comentários

Nenhuma resenha encontrada

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*