Radio Bethel FM 87.9 FM Aparecida De Goiania

Radio Bethel FM 87.9 FM Aparecida De Goiania, Radio Bethel FM 87.9 FM Aparecida De Goiania ao Vivo Online

Meteoros? Chuva? O amor do Manny está nos matando! Suponho que isso faça parte do seu truque de mágica. Abracadabra. Podem resolver isso depois? Temos que sair daqui. Estou pegando fogo! Eu também! Pode vir quente que estamos fervendo! Estão chegando. Esses são nossos. Estão bem? Quem eu sou? Árvore. Uma árvore? Não, árvore! Pessoal, pule! Entrem na caverna! Rápido! Tudo bem, querida. Papai está Radio Parece que está diminuindo. É, com certeza, já acabou. Faltava esse aí. Talvez seja melhor ficar no subsolo, por enquanto. Veja só! Peguei um ovo. Quantos ovos já pegou, irmão bundão? Temos mesmo que roubar ovos? E o veganismo? Claro! Podemos comer veganos. Filho, às vezes me pergunto como você parou nesta família. Fígaro, Fígaro, Fígaro! Saio em um minuto! Só falta enxaguar e repetir. Essa doninha é um estraga-prazeres. Vamos, crianças! Não se preocupe, madame! Pegarei a gangue que roubou seu ovo. Tenho um plano! Forjado sob o tapa-olho. Uma mãe chora, Uma donzela está em apuros Presságios intrusos fizeram uma bagunça O que vi foi falta de respeito pelo que é precioso e querido Sou o inestimável protetor deste mundo perdido Mas meus amigos me chamam de Buck Boa jogada, galera! Tenho uma mensagem: “O que não é bem-vindo, devolva o que roubou. Volte para de onde veio.” Sou o melhor, não me odeie Você pode ser jurássico, já eu sou fantástico! Fígaro! Adoro essa parte. Correr, escalar, girar, sorrir, Saltar, nadar, fugir, Deslizar, planar, sobreviver É o que faço antes do almoço Desafiar a morte, negar o perigo Vejam, estou voando! Não me ache louco Só se vive uma vez! Não precisa agradecer Mas se insistir, tudo bem De quem é o bafo de peixe? Controle seu traseiro! Turma dis Radio pensada! Adeus! Aqui está, minha senhora. Vá! Vou distraí-los. Aquilo foi divertido! Fazemos de novo semana que vem? Tchauzinho! Parabéns, doninha. Acaba de decretar sua morte. Esse foi “doninhado”! O que é aquela luz toda no céu? Quem põe uma pedra no meio da selva? Macacos me mordam. Que lugar é este? Olá? Olá, mamíferos! Oi, Buck! Olá! Tchau, Buck! Dá uma ajudinha? Bem no baço! Completamente inútil, mas dói demais. Buck, bem-vindo de volta, meu caro. Espere. É essa coisinha que entende de dinossauros? E exímio dançarino de salsa. Tenho um olho só, mas todos os dentes originais. Quer contá-los? Não, obrigada. E essa deve ser a Framboesa. Amora. Semântica, querida. Que honra! Que tapa-olho legal. Bem irado! Obrigado. Gostei desse garoto. Buck! O que faz aqui? Bem, eu Radio O quê? Estou tentando! Mas como devo contar que estão condenados? Ele está destruído. Não estamos condenados. Foi só uma chuva de meteoros. E ela já acabou. Pelo contrário! Ela foi apenas o começo! Eu encontrei uma profecia. Podem parar? Ele sempre estraga tudo, não é? Estraga-prazeres! Li essa coluna inteira e a história que ela conta é bem perturbadora. A cada cerca de mil anos, há um evento cósmico no mundo. Antes de dinossauros, havia uns caranguejinhos. Então, no topo dessa montanha, caiu um asteroide. Tchauzinho! Depois, dinossauros, topo da montanha, asteroide. Tchauzinho! E em breve, mamíferos, topo da montanha, asteroide. Tchauzinho. Mamutes estúpidos. Somos nós. Lá está ele! O maior dos asteroides está vindo em nossa direção! Mesmo no subsolo não nos salvaremos desta vez. Aquilo não estava lá. Vejam o que fez no céu. Não temam! Eu tenho um plano! Jura? Para parar um asteroide? Os dois últimos asteroides caíram exatamente no mesmo lugar. E isso acontecerá de novo. Precisamos ir lá e ver o que atrai o asteroide. Sabendo por que ele vem, descobriremos como mandá-lo para outro lugar. Esse plano é tão estúpido que quero dar na cara dele! Deixe-me ver se entendi. Em vez de corrermos do asteroide da morte, quer nos levar diretamente a ele? Sei que parece estranho, mas a boa notícia é que ele nos matará de qualquer jeito. Que animador. Mesmo se chegarmos ao local do impacto, como mudaremos o que está literalmente escrito em pedra? Meu amigo cético, os dinossauros foram extintos, mas alguns escaparam. Eles mudaram seu destino, e podemos mudar o nosso também. Quem vai comigo? E então? O que acham? Sinceramente, acho que ele está certo. Não! Não deem ouvidos à doninha. Ele é louco. Desculpem-me. Adoro bancar o advogado do diabo. Ainda mais com esse visual fabuloso! Buck já nos salvou uma vez, não foi? E se não der certo desta vez? Não sei em que acreditar. Mas temo que nossas vidas acabem antes mesmo de começarem. Tudo bem. Acho que estamos dentro. Crash e Eddie se apresentando para a missão! “Mijão”. Excelente! E a piada foi boa. Mas é melhor irmos logo porque o tempo até o impacto é de dias, horas, minuto e segundos. segundos Radio segundos Radio Radio Acho que entendemos. Acho que todos vamos entender. Estamos tão descolados! O que é essa coisa? Cadê ele? Quando eu acabar com a raça daquela doninha, ele vai precisar de dois tapa-olhos! Admiro sua sede de sangue, Gertie, mas você os ouviu: um asteroide está vindo. Isso muda algumas coisas. Minha nossa, aqui está congelando! Tem partes se enfiando em outras partes. Poderia parar de agir como um periquito? Que bom que tem os olhos da sua mãe, senão seria completamente inútil. Isso machucou. O que você vê? Nada Radio Nada Radio Asteroide fatal vindo em direção à Terra Radio Espere! Ali está ele. Que pena. Ele está bem longe. Longe demais para ir voando. Bom Radio Vamos para casa. Nós não vamos voltar! Antes daquela doninha aparecer, nossa família vivia honestamente roubando ovos. “Vivia honestamente”, “roubando” Radio Um pouco irônico, não acha? Além disso, por que matar a doninha se o asteroide vai nos matar? Você enxerga tão bem, mas quase não tem visão Radio Se impedirmos a doninha e seus amigos de desviarem o asteroide Radio a doninha e todos os outros morrem enquanto nós voamos tranquilos sobre a explosão. Será o nosso paraíso! Isso não parece muito plausível. A partir de uma visão científica. Tudo bem. É um ótimo plano! Arrasador! Um dos melhores planos alienados que já ouvi! Assim é melhor. Agora vamos nos assegurar de que aquele asteroide caia. Por que não tememos o apocalipse como uma família normal? O que está fazendo, Buck?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *