• Google+
  • Radio Trans Mundial

    Rádio Trans Mundial Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.
    Seus comentários são importantes para nós…

    O teu chefe tem de abandonar um. Mudamos as raparigas, ocupamos um vazio, na terça-feira. Vai ser o da . É o menos rentável. Só preciso de um sítio para os chefes. Continuam a incendiar merdas, e nós vamos. Com uma gorjeta destas, podias servir do bom. O que queria? Vai ocupar um bar na terça. Temos de entregar um. O Bobby? Não vem desde o incêndio. Mas disse-me para te dar isto. Está bem. Vem comigo. O Frankie está a vigiar-nos. Então, Vince. Não queremos arder. Não demoramos. Anda. Olá. Estás a trabalhar até tarde. Tenho de editar as coisas de ontem. Pagas isto, quando tiveres um segundo? Que tal? Bom. A cena lésbica das guardas prisionais é excitante. Achas? Mesmo com os uniformes. E o travelling pelas barras da cela é lento, mas acho que funciona bem. Quis que fosse lento. Estamos a pagar a um escritor externo? Sim. Devia morrer com furúnculos. Sim! Sim! Tira já! Não quero o teu dinheiro! Calma. Pira-te, é melhor para ti. Acabou. Apaguem as luzes. Não preciso desta merda. Próxima. Tenho fome. Pagas tu. As gorjetas foram uma merda. É tudo pura diversão, até ao último espetáculo que tem os mais ordinários e mais bêbados. Anda, January. Daqui em diante, é a parte da semanada das cabines. O Black Frankie vai entregá-la. Não, Vince. És o responsável. Já não. Vou afastar-me das cabines. Quero sair disso. Sair? Que é “sair”? Tommy? O que foi? Aquele não é um dos que querias? Onde? A mamar a piza. Billy. .Diamond. Quem? Trabalha para o Horse e o Hodas. Não é da máfia, mas é igual. Toma. Segura um instante. Que é esta? A questão é que quando lanço uma tocha, vou a um telefone, ponho a moeda, ligo para lá. Digo que têm um incêndio. Vocês, não, parvalhões. De que estás a falar? Ouviste-me. Vai-te lixar. Lixar-me? Que foi aquilo? Vamos. Bem. Foi lamentável. Vês o careca? Queria a nota de volta porque não o deixei enfiar o dedo. O cliente não tem sempre razão. Olá, Tina. Pensas, por um minuto que seja, que casarias com o dono da lavandaria? Não. Eu também não. .A bonita e flexível Jessica Danger ao palco. Deem as boas-vindas ao palco à Mna. Danger.

    Telefone: (11) 3017-6600