• Google+
  • Princesa FM

    Stream 1 Stream 2

    Rádio Princesa FM Ouvir Rádios Online Grátis Brasil Qualidade e Transmissão İninterrupta.
    Seus comentários são importantes para nós…

    Diane sabe sobre nós. Para quem é a mensagem? Não faço ideia. Alguém do escritório. Jay Dipersia. Esse nome é novo. Não o adicione. Como assim? Por que não? Parece estrangeiro. Não sei. Parece que nós somos os malvados. Não somos malvados. Só estamos trabalhando. Somos apenas olheiros. Não acho que somos. Céus. Ficou filosófico. Não se apaixone, está certo? Vou mandá-lo lá para cima. Boa sorte, Jay Dipersia. Maia Rindell! Onde está você? Sua viborazinha. Tudo bem, senhor, preciso que vá. Ganhou um escritório! Sua vaca traidora. Ferrou meu cliente e quebrou minha confiança. Não tem decência? Sério? Fez isso depois do amor que mostrei a você? Está tentando me assustar? Eu deveria implorar pelo seu perdão? Não. Eu derrotei você no seu próprio jogo, e não foi difícil porque estava chapado e descuidado e deixou uma brecha. Não preciso do amor de um louco meia bomba que finge que pode dar no couro quando não pode! Dê o fora daqui. O que estão olhando? Tenho novidades sobre Valerie Peyser. Que rápido. Onde a encontrou? Nova York. Que bom. Ela disse que ia encontrar o pessoal do Obama. Quando irá voltar? Não voltará por um bom tempo. Mas ela está viva? Sim. Tem o contato dela? Tenho. Deu algum dinheiro a ela? Se dei. Por quê? Valerie Peyser é um nome falso. Valerie Underhill é de Elk Creek, Wisconsin. Ela está cumprindo meses em Rikers por dar o calote em hotéis no SoHo. Em , ela foi presa por dar cheques sem fundo. Em , por falsidade ideológica. Ela faz amizade com mulheres ricas, ganha a confiança delas, rouba o número dos cartões de crédito e usa as identidades para enganar outras vítimas. Fez isso durante a última década em L.A., Chicago, Miami e Nova York. Meu Deus. Mas nunca houve nenhum dinheiro envolvido. Acredito que ela pediria contribuições no próximo encontro até receber do Comitê. Felizmente para você, ela voltou para Nova York para pegar as coisas dela no hotel e foi presa. Ai, meu Deus. Aqui está o registro da prisão dela e minha conversa com o detetive de Nova York. Quer que eu vá com você para informá-los? A eles? Seu grupo. Não, eu faço isso.

    Telefone: +55 75 2101-9727