Radio Nativa Mix FM 87.9 FM Goioxim

Radio Nativa Mix FM 87.9 FM Goioxim, Radio Nativa Mix FM 87.9 FM Goioxim ao Vivo Online

Adicione ao seu site.

Assim como eu luto, idiota! Ouça, vou te fazer uma proposta. Jesus pode viver na minha casa pelo tempo que você estiver aqui. Assim poderá fazer o que quiser… atuar, o que seja… O que os olhos não veem o coração não sente. E você fica aqui, feliz, e vê se morre em uma de suas bebedeiras. Mama! Filho, vá buscar suas coisas. Não. O quê? Não quero. Está bem. Eu fiz o que pude. Eu tentei. Machão imbecil! Você está bem? Sim, estou bem. Dança bonito. Suave com os quadris. Você gosta? Claro. Nunca gostou de mulheres? Nunca. Nunca mesmo? Não. Isso é que tenho dificuldade em entender. O que vê quando olha para elas? O mesmo que você. Duvido. Você queria que eu fosse diferente, não é? O quê? Não sei… mais macho, mais forte… Seria mais fácil, não? Não sei. Jesus… Gato, quer dançar? Estou quebrado, garota. Não tenho dinheiro. Não importa. Sou gente boa. Estou me sentindo sozinha. Dançaram bem. Ela estava ótima. Por que não a levou para casa? Poderia. Mas ia levantar me coçando. De verdade. Podia sentir o cheiro. Pai. Não acredita em mim? Não. Não sei. Ai, merda. Camarada! Agora a perna? Não, não… Estou bem. A muleta é um presente. Sim. Os clientes adoram histórias tristes. Sentem que estão ajudando. É como se tirassem um peso da consciência. Ninguém sabe. E digo mais. Graças a esta muleta de merda, no final do ano vou estar em Barcelona. E você, como está? Quer pizza? Claro. Droga, tenho que ir. Olha, olha. Dinheiro fácil andando ali. Ei, senhor! Bem-vindo a Havana! Tome um trago. Quer me dizer alguma coisa? Talvez. Antes de me embriagar. E você? Não sei. Quase nunca pergunta sobre minha mãe. Me contaram lá na prisão quando ela morreu. Foi difícil. Sinto por você. Ela falava muito de você. O que dizia? Que você era um bastardo. Mas que nem sempre foi um bastardo. Não sei. Eu batia nela. Me desculpe. Nos amávamos. Pelo menos, eu a amava muito. Mas depois… Comecei a ficar louco. Sentia pena por ela. E quanto a mim? O que eu era? Você sempre estava lá. Sim? Uma pequena coisinha entre nós… Como uma pergunta. Uma boca aberta. E eu fui embora. Tive que fazer isso. Por quê? Para dar a ela um pouco de esperança. Quando eu era jovem pensava que resolveria tudo com isto. Com essas minhas mãos… com minha cabeça dura, meus ossos duros… Quando isso se acabou… eu me tornei um nada. Um ninguém. Matei um cara. Sim. Eu sei. Fiz merda. Jesus. Eu vim pra casa porque… Por quê? Vim… Me deixaram sair porque… estou fodido. Isso era o que eu queria te dizer. O que houve? Os pulmões… e embaixo dos braços. Foi por isso que eu voltei. Acabou tudo. Não. Quer dar uma volta comigo à tarde? Onde? Não sei, por aí. Claro. Será que querem ir para o México? Acho que sim. Javier vai ao Pan-Americano. Como é grande essa revolução! Nunca pensou em ir embora? Na verdade, não. E você? Só pensava nisso. E nunca subi em nenhum barco. Vamos? Ángel. Você está bem? Que nome disse? Ángel Gutiérrez. Ele tem pneumonia. Seus pulmões estão fracos. Você está ciente? Sim. Há tumores… Não tem mais jeito. Agora o que podemos fazer por ele é só paliativo. Ficará aqui até que tiremos o líquido dos pulmões. Depois você poderá levá-lo. Quanto tempo ele tem? Não sei dizer com certeza, mas não muito. Semanas, talvez um mês. Sinto muito. Está melhor. Está estável. Bem, pelo menos está mais confortável. Entre e sente-se. Obrigado. Sugiro que reforce a alimentação. Sim. É importante porque ele precisa estar forte. Está bem. Ele é tudo o que você tem? Sim. Ele tem sorte. Você é um bom menino. Talvez não queira comer, mas tem que obrigá-lo. Sim, eu sei. Me disseram. Acho que ele vai passar o dia todo dormindo. Não deixe que se mexa muito na cama, pois ficará mais fraco. Quando ele voltar para casa eu vou te ajudar. Nita, agora não tenho como pagar, mas quando tiver algo… Jesus, não estou fazendo por dinheiro, não brinque. Eu sei. Olha… nós ainda não vivemos na selva. Precisa comer mais. Ángel… Estou louco de vontade de fumar. Você sabe que não pode. Por quê? Não faz diferença agora. Está melhorando na cozinha. Foi Nita quem cozinhou. Eu já sabia. Me ajude aqui, preciso levantar. Se a coisa piorar, quero sair daqui. O quê? Se eu piorar,



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *