Radio Antena 1 103.7 Rio de Janeiro

Radio Antena 1 103.7 Rio de Janeiro, Radio Antena 1 103.7 Rio de Janeiro ao Vivo Online

Adicione ao seu site.

você se for As sombras me envolverão Viu a Nita? Não. Ela disse que alguém estava te procurando. Quem? Tem algo para fazer hoje? Não. Não o que, Jesus? Não quero mais ninguém transando na minha casa. Por quê? Não quero ficar por aí, esperando até que você termine. Achei que você e eu éramos amigos. Sim. Quando convém para você. Olha, vai à merda! Com tudo o que fiz por você, viado de merda! Você está é com ciúmes. De quem, garota? De você? Vai se foder! E olha, ninguém se importa com você, Jesus. Imbecil. O que eu preciso é de um marido gostoso, só isso. Estou cansado de dar a bunda para qualquer um. Garota, deixe com sua irmã. Tem algo bom lá fora? Aquele lá atrás. Qual? O de lá. Não, esse é cubano. Não me interessa. Deve ser do interior, olhe a pinta. E acha que somos mulheres de verdade. E eu sou. % mulher de verdade. Garoto, não vai dar uma olhada? Não gosto de olhar o público antes de entrar no palco. Você precisa se envolver. Como? Se entregando. Precisa fazer essas pessoas sentirem que são especiais. É assim que você se valoriza. Não aceite menos, este é seu trabalho. Vamos. Pegue sua passagem. Fique quieto, cara. Viu? Sumiu. Ei! Tudo é aparência. Não tem que ir com ele. Apenas o seduza. Vamos lá, mostre o que sabe fazer. Por favor… Senhoras e senhores, vamos dar uma recepção especial à nossa nova sensacional descoberta… Viva. Vou te pedir Você pode ao mundo dizer Que não teve a leal compreensão Ao amor Que eu te dei E não te dei Que pudesse por em suas mãos Que embora eu quisesse roubar A luz para você Não podia ser Hoje você me pede As estrelas e o sol E não há razão Assim como sou Eu te ofereço meu amor Não tenho mais Peça O que eu posso te dar Não me importo em me entregar A você sem condições E eu te pedi Que tivesse a leal compreensão Que soubesse que não há Para você outro amor Como o meu amor Quem você pensa que é? Me solta. O que há com você? Batendo nas bichas? Sei o que estou fazendo. Se sente muito homem batendo nas bichas? Me soltem! Me soltem! Esse é o meu filho! Eu o conheço! Eu sou seu pai! Tome. Está tremendo. Sente aí. Mama, vamos continuar? Claro, garoto. O público não está lá? Com quem? Cindy… Duble uma de suas canções loucas para que não partam. Garoto, você não percebeu que era ele? Eu nunca o conheci. Não? Não o via desde criança. Sua boca está uma merda. Cindy, você é um pé no saco de qualquer um. Vá cantar! Eu só queria ajudar, Mama. Fofoqueira! Está bem. Não perca sua peruca. Suja! Você está bem? Desculpe, Mama. Por ele. Ora, garoto! Eu sei lidar com pessoas assim. A propósito, o bastardo do seu pai está ótimo. Bêbado e tudo. Do jeito que eu gosto. Não, não. Não abra a boca. Está bem machucada. Quando ele foi embora? Eu tinha anos. E nunca mais o viu? Não. Íamos descobrindo as coisas, foi preso. Eu imaginei. Vire. Talvez tenha matado alguém. Jesus, Maria e José! Ele realmente matou um. Quem? Em uma luta. Alguém nos contou. Eu não o conheço. Nunca o conheci. Por que ele voltou? Olha, Jesus… O que ele quer? Talvez nada. Buscar problemas. As pessoas andam meio loucas. Veja, meu pai. É a mesma coisa. Vamos ver… Já está melhor. Você ainda tem brilho! Está bonito? A maldição de um travesti lutador. Oi, Lázara. Venha cá. Viu alguém entrar na minha casa? Não, não vi nada. Porra! Mas que merda! Não tem café? Tem um pouco. Onde? Na prateleira. Venha e me diga onde. Não foi tão difícil. Você vai tomar? Não. Está com medo? Fui muito duro? Tenho que te pedir desculpas ou o quê? Não se lembra de mim? Você não parece com a foto. Estou velho. Ou mais velho. O que esperava? Não esperava nada. Não? Você limpou? Estou bem. Está ferrado se não limpar. Sim, eu sei. Não está tão ruim. E isso de ontem à noite? Que merda de Viva é essa? Não faço muito. E isso faz com que seja melhor? Não sei. Dá dinheiro. E preciso do dinheiro. Sério? Se explorando assim? Todo mundo rindo de você? Não vai voltar a fazer mais. Está claro? Como sabia que eu estava lá? Uma amiga sua. Quem? Uma louquinha aí. Não é confiável, deve ter cuidado com ela. Cecilia? Isso não importa. Por nós. Por uma nova vida. Às vezes… quando se tem rum nas veias…



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *