Radio Fonte FM 103.7 FM Goiania

Radio Fonte FM 103.7 FM Goiania, Radio Fonte FM 103.7 FM Goiania ao Vivo Online


Adicione ao seu site.

Estou tão animada por ter a Darby. Quero ensiná-la coisas. Isso foi ótimo. Foi divertido. Não foi não. Pra mim sim. Nada engraçado nisso. Você foi derrotado. – A seguir Radio Adam ou eu? Os mentores brigam pelos artistas que querem. Posso te conseguir um troféu. E a briga fica pessoal. Você me lembra o meu pai. E você minha mãe. Mais tarde, um artista que retorna procurando pela segunda chance surpreende os mentores. Você será a primeira pessoa que não entrou uma vez, e que vencerá esta temporada. Estamos de volta. Até agora, a Miley conseguiu o cantor e compositor Aaron Gibson e a cantora indie, Darby Walker. Adam tem a cantora R&B, Simome Gundy. Blake venceu a Alicia com o cantor country Josh Gallagher. E Alicia tem os cantores pop Gabriel Violett e Michael Sanchez. Vamos conhecer o próximo artista que quer continuar o legado do pai. Austin Allsup, de anos, do Texas. Meu pai trabalhou com artistas como Willie Nelson, Merle Haggard, George Jones e outros. Ele era meu roadie, disse que ele precisava compor. Um dia ele me mostrou uma letra e perguntou o que achava. Eu disse que estava ótima, nos conectamos assim. Isso é bem legal. Meu pai tocou com Buddy Holly. Em , Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper morreram em um acidente aéreo. Meu pai foi o cara que fez cara ou coroa com Ritchie Valens pelo último assento no avião. No dia que ele morreu? Sim. Dia de fevereiro de . Isso. Foi um dia louco na história da música. Devido a um cara ou coroa você não está do outro lado. Penso nisso todos os dias quando levanto. Meu pai tem anos e ainda recorda desse dia. Creio estar dando continuidade ao que meu pai começou, mas gosto de sentir que estou trilhando meu próprio caminho. Eu e minha banda já chegamos a fazer shows por ano pelos últimos anos. Nós tocamos country rock misturando com um pouco de soul. Você alguma vez já cruzou com Blake? Sabe, anos atrás eu toquei com o Blake. Jura? E Blake cantou “P.S. This Is Austin” e “I Still Love You”. E ele me deu um beijo na bochecha. Não o vi mais. Se ele virar uma cadeira talvez você retribua o beijo na bochecha. E diga “P.S. This Is Austin”. “I Still Love You”. Cantarei “Wild Horses” do The Rolling Stones. É bem especial, pois minha esposa me conheceu quando eu tocava uma música do The Rolling Stones. E poder cantar uma música de nossa banda preferida Radio Sinto que tudo vai dar certo na minha apresentação. Vamos lá, Austin. Jagger, venha cá. Childhood living Well it’s easy to do The things you wanted I bought them for you Where no sweeping exits Where offstage lines Where offstage lines Can make me feel bitter Or treat you unkind Wild horses Isso! Couldn’t drag me away Wild, wild horses Wild, wild horses We’ll ride them someday Someday Someday Isso! Obrigado. Ele é bom. Como isso aconteceu? Digo, você tem essa coisa, talvez não conseguiu ouvir. Talvez você seja as flores e você não tem desculpa. Qual seu nome? Me chamo Austin Allsup e na verdade toquei com você em . No Billy Bob’s. Billy Bob’s, no Texas. Eu sabia. É sério isso? Eu sabia. Lembro de falar com você nos bastidores. Como vai cara? Bom te ver. Me lembro disso. Ouça Austin, às vezes nós temos esse sentimento. Eu não deveria virar, mas não sabia por quê. É por motivos como esses. E seu pai Radio é cantor. Meu pai está aqui. Ele chama Tommy Allsup e tocou com Buddy Holly. Que loucura, cara. E você cresceu. Parecem ser melhores amigos. Eu sei. Tipo, “tudo bem, quando vou te ver de novo, o que faz aqui?” Isso é loucura! Você nem sai muito e se lembra de tudo. Austin, sua voz é bem potente. Obrigado, Alicia. Mesmo sendo uma música clássica, gostei que você fez do seu jeito. Lembra a Alicia. Eu sei, eu e você Radio Eu e ela temos uma versão. É verdade. Tenho ouvido bastante essa versão. Todo mundo me lembra alguém. Você me recorda meu pai, com esse cabelo. Todos tem alguma coisa. Fiquei surpresa quando e virei. Não sou tão velho para ser seu pai, Miley. Austin, não se sentiu bem? Isso. “Você me lembra meu pai”. Você me lembra minha mãe. Que seja Radio Certo, certo, certo. Austin, bem-vindo ao The Voice. Obrigado, Blake. Tudo ocorreu bem. Fico feliz por isso. Vamos dizer oi para seu pai. Você quer vê-lo? Sim, quero. Estou feliz por ter o Austin na minha Equipe. Ele fez do jeito dele uma música clássica. Ele vem de uma boa linhagem. Acho que será legal vê-lo em um palco como esse. Um estádio nacional é o que ele merece. Amigão, bom trabalho. Como vão? Estamos tão felizes. Como vai você? Ele continua tocando. Em todos os lugares? Em qualquer lugar que chama. Eu também. Certo, pessoal. Parabéns, Austin. Te vejo nos ensaios. Sim Sr. Com as apresentações continuando Radio A Equipe Blake continua ficando forte. Ele escolheu o cantor de pop Christian Fermin. Quero saber, que tipo de música você quer fazer? Independente do que for, ele irá fazer na Equipe Blake. E viu um outro grande cantor de country em Preston James. Tenho que virar. Subir aqui e cantar Chris Stapleton. Isso é animador para mim. Cara, você arrasou. Muito bom, Preston. Vocês me entregaram ele. Ele iria com ele de qualquer jeito. Só você consegue. Espere por um cantor country e lute por ele. Nunca tivemos ninguém para vencer com o country. Bem-vindos de volta. temporadas e você acha que já viu de tudo. Aí tem um novo ambiente e novas situações. Amo isso. Ainda não vencemos no country. O que pega? Estou perdendo a fé. No cenário do country. Nós temos uma chance. Aqui vamos nós. Enquanto os mentores se preparam, vamos ver a próxima cantora. A cultura da sua família é tão importante quanto sua música. Me chamo Khaliya Kimberlie, tenho anos e moro em Mescalero Apache Reservation, Novo México. Sou metade americana. Meu pai é da família “Mescalero Apache” e minha mãe é “Caucasian e Cherokee.” Morando no reservatório vejo muitos espaços abertos, montanhas e muito verde. É incrível morar aqui. Ao crescer, nunca tivemos muito dinheiro. Ainda não temos, não somos ricos. Mas, há muito amor. Isso é o que importa. Minha bisavó e minha avó são bem tradicionais. Elas falam “apache”, mas eu não. Continuo aprendendo mais sobre minha cultura. Uma das coisas que me torna diferente



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *