Radio Mix FM 100.9 FM Belem

Radio Mix FM 100.9 FM Belem, Radio Mix FM 100.9 FM Belem ao Vivo Online


Adicione ao seu site.

Não sei, mãe. Não acredito que queimámos dólares de fogo de artifício em minutos. É dinheiro bem gasto. Sim. Peço desculpa por tudo. Não tens de pedir. Eu é que peço. Não, vocês foram muito fixes em relação a isto. Fui estúpido. Não devia ter-lhe dado importância. Oxalá pudesse recuar. A culpa é minha. Podemos esquecer Radio Qual foi a sensação? Sinceramente? Como beijar o meu irmão. Tens a certeza? Sim. Não faz mal. Não, eu Radio Ouve, tenho a certeza. Tudo bem entre nós? Sim, meu. Tudo bem. Óptimo. Eu disse que me queria foder a mim. Nunca me ouves, Chris. Acho que nunca tinha conhecido um a sério. Andei na escola com gajos que curtiam com gajos, mas era só em troca de erva. E, uma vez, numa festa, fizeram pívias uns aos outros. Mas isso foi só em troca Radio Esses dois talvez fossem s. Acho que eram. Sim. Ronnie, eu atendo. Come a sanduíche. Vês aquilo? Olá. Olá. Lembra-se de mim? Vim cá há um mês. Sim. Claro que me lembro de si. Está tudo bem? Sim. Está tudo óptimo. Até alguém me ter arrancado isto. Não acredito! A sério? Quem teria feito isso? Não faço ideia. Não precisa dele para conduzir, mas Radio Se quiser, posso voltar a pô-lo. O escape fica mais silencioso. Demoraria uns minutos. Sim. Seria óptimo. Sim? Está bem. Sou o Adam, já agora. Matt. Matt. Fixe. Muito fixe. Não queres essa bebida? Já estás aflito com tanta conversa? De uma forma indireta. Falei com pessoas. Ganhei dinheiro com isso. Porquê? O que eras? Uma espécie de DJ em Los Angeles? Não era um DJ. Era mais um guru. Não me digas que eras um guru espiritual. Decididamente, não era um guru espiritual. HARRY S. A CONECTAR, LIGAÇÃO VISUAL A ESTABELECER LIGAÇÃO VISUAL HARRY S. Olá, Harry. Já estou conectado. Como estás? Desculpa, ainda não estou vestido. Não te preocupes, é para isso que estou aqui. Mostra-me o que estás a pensar vestir e começamos por aí. O que achas disto? Não funciona. É de um azul entediante e tu não és entediante. Não esta noite. Qual destas é melhor? Como disse, camisa branca, gravata preta e blazer justo cinzento. Clássico, intemporal, elegante. Não costumo usar blazers. Não costumas fazer nada. E arranja esse cabelo, porque Radio Está bem. Lembra-te daquelas técnicas de respiração de que falámos. Vais-te sair bem. Vai correr bem. Ela é gira. Sim. Não em voz alta. Com certeza. Precisas de escolher os sítios em que podes falar alto, está bem? Muito bem. A sala de reuniões é na parte de trás. Acredita, se entrares lá como se fosses um deles, ninguém vai dizer nada. Certo. Então, o que dirigias, um grupo de espionagem corporativa? Serviços românticos. Rapaz conhece rapariga, graças à Radioassistência no campo. Treinavas patetas quando eles iam a bares para solteiros. Os bares para solteiros são deprimentes. Íamos a bares e discotecas normais. Mas, na altura do Natal, infiltrávamo-nos nas festas dos escritórios. Há uma dinâmica em festas de Natal de trabalho. Todas as mulheres atraentes andaram rodeadas pelos palhaços do escritório o ano inteiro e agora querem soltar o cabelo. Segundo o psicólogo popular. E depois? Sei como a mente funciona. Agora, não fiques aí parado como um poste. Vai até ao bar. Lembra-te, caminha sempre com um motivo. Quem é o próximo? Queria um Radio Três cervejas, uma vodca com Coca-Cola zero e um shot de tequila. Não te preocupes com ele, está bem? Pega numa dessas garrafas vazias no balcão enquanto o Capitão Panhonha pede a sua água de mijo. Só vamos precisar dela como adereço, de qualquer maneira. Olha à volta. Vês alguma que gostes? O quê? A loira? A miúda de cabelo escuro? Escolha interessante. Vai em frente, mas concentra-te na loira. Agora. Vai. Confiança. Tu consegues. Espera, estou a pesquisar quem são. Muito bem, diz qualquer porcaria. Tenta a história do cavalo, com a loira. Então, alguém viu o gajo lá fora a montar o cavalo? Viste-o? Um gajo num cavalo? Sim, há, tipo, minutos, um gajo, sem camisa, estava a andar a cavalo na estrada principal. A sério? Sim, juro. Ele Radio A parte mais estranha é que ele vinha de arco e flecha, está a ver? O quê? Um arco e flecha verdadeiros? Juro por Deus. Provavelmente foi uma aposta, mas parecia uma personagem de Tolkien. Sabes Radio Acho que sim. Desculpe, quem é? Enrola-o até Radio eu encontrar algo. Tenho a certeza de que sou eu. Mas não é do escritório. Quem conhece, que trabalhe aqui? Diz: “Conheço-o a si.” Amigavelmente. Conheço-o a si, para começar. Dawson. Dawson, não é? DAWSON WELCH BARBECUE DA KATH Conheceram-se no barbecue da Kath. Sim, conhecemo-nos no barbecue da Kath em Radio Junho. Junho, por aí, sim. Tinhas um chapéu tipo cartola. Tinha um chapéu para esmola. Cartola. Uma cartola que Radio estava a usar na cabeça. Ele vai fingir que se lembra, embora não saiba mesmo se lembra. Pois. Sim? Sim. Desculpe. Não. Sem problema. Noite louca. Estás a ir bem. Não te esqueças da loira. Não a conheço. Amy. Amy. Olá. Pede-lhe que te apresente à miúda de cabelo escuro. Então, os seus amigos são todos assim tão desconfiados? Boa. Não me parece. Sim. Esta é a Jennifer. Olá, Jennifer. Olá. Agora, concentra-te na Amy e vamos experimentar aquela história engraçada que treinámos. Então, o gajo desmonta o cavalo e tem uma mochila, está a ver? Geralmente, a tática era ignorar, de propósito, a pessoa em que estavas mesmo interessado. Primeiro, não ias parecer carente, mas, na maioria das vezes, elas inclinavam-se naturalmente. As pessoas querem que reparem nelas. Não gostam de ser postas de lado. Fá-las sentir invisíveis. Mas esta miúda Radio Esta miúda parecia gostar de ser ignorada. Talvez ela detetasse falhados à distância. Não Radio Ela era uma excluída. Uma excluída atraente. Não há nada mais tentador do que isso. Fim da Primeira Parte Segunda Parte Radiovai ficar assim tão tarde Radio Certo. Sim. Bem, ela saiu. Tudo bem. Vai ser um desafio. Não desistas. Vamos deixar a nossa amiga Amy tagarelar um bocado e depois arranja uma desculpa para saíres daí. Vão ficar sentados na varanda até, tipo, às quatro da manhã Radio Sim, começa só a fazer o Radio Ouve, preciso de ir à casa de banho. Por isso, continua a festa e eu, tu sabes Radio Claro. Tens mesmo de ir? Sim, mas não é fácil contigo a olhar.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *