Radio Liberal FM 97.5 FM Belém

Radio Liberal FM 97.5 FM Belém, Radio Liberal FM 97.5 FM Belém ao Vivo Online


Adicione ao seu site.

Prometo que não espreito. Assistias a tudo o que ele via e ele confiou em ti? Bem, só eu é que estava a ver. Credo, isso é que é urina. Ele está a mijar como um boi. Estou a ficar com vontade, também. Bom, feito. Ali está a nossa rapariga. Certo, Harry, a melhor hipótese que tens é ires lá e começares a falar com ela. Só tens de estabelecer uma conexão. Não tenhas medo dela. Pessoal, alguma observação até agora, para ajudar o nosso homem? Eis o que é interessante: ela é bonita, mas ninguém se está a atirar a ela. Desistiram. Ela dá-lhes sempre um corte. São tipos normais, ela é uma excluída, não têm nada em comum. OK, é um possível sinal. Harry, inicia uma conversa, mas sê cínico. Percebes? Incisivo. Como Bonnie e Clyde. Vocês dois contra o mundo. Confiança. Fala com ela. Não percebo as festas. Chegamos e é diversão forçada, a noite toda. Fala-se sobre as séries de televisão em que estamos atrasados. Finge-se que se está feliz. Talvez todos os outros gostem disso, talvez seja só eu. Definitivamente, não és só tu. Muito bem. Bom começo. Agora faz conversa de excluídos. E continua a olhar para ela. Preciso de interpretar as reações dela. Reparei que estava sentada sozinha no canto e pensei: “Olá, alma gémea.” Odeio quando as pessoas dizem “alma gémea”, sabe? E as pessoas que fazem isto. Eu também. Pois, aposto que também não gosta de festas. O barulho estraga tudo. É só conversa e mais conversa, esta porra nunca para. Bem, ela diz palavrões, também devias. Merda, porra, eu acho sempre que esta porra é uma grande merda. Percebe? Não consigo pensar com tanto sussurro. Só aguentei isto o ano passado, porque andava drogada. Desculpe, como assim? Só, tipo, comprimidos, mas Radiodeviam ser bastante fortes porque eu divertia-me imenso. Isso é fixe. Não digas “fixe”. Gostava de ter drogas, neste momento. Não, não gostavas. Estou só Radio estou a brincar. Eu já não uso drogas. Diz: “Isso é bom.” Isso é bom, porque você Radio Não precisamos daquela merda no nosso sistema. Diria que é uma roqueira, nível quatro. Semi-reformada. Provavelmente, responderia bem a conversas espirituais. Acho que não consigo aguentar semanas nisto, talvez baze, pessoal. Olha, é demasiado público aqui. Pergunta se podem ir para um sítio mais sossegado, onde podem falar. As pessoas querem ser ouvidas, por cento da sedução é apenas ouvir. Ou fazer cara de quem está a ouvir. Pois, isso funciona, também. O importante é fazê-las sentirem-se importantes. Como se pudessem fazer-te ignorar o resto do mundo e concentrar só nelas. Atenção total. O que não me estás a dar agora. O que se passa? Aquele relógio. O que é que tem? Nunca reparei nele antes. Em cinco anos? Credo. Enfim, o objetivo é ficar colado a elas tempo suficiente para ter uma relação. Então, suponho que cada gajo dali já se tentou atirar a si, ou talvez a achem demasiado intimidante? Sou intimidante? Não. Eu só Radio Não, só imagino que eles devem querer entrar na sua Radio Cabeça. Radiocabeça. Alguns tentaram. Não diretamente. Mandam mensagens, ou demonstram o que estão a pensar para que eu perceba. Pois, isso não deve ter piada. É só cansativo, sabe? Nunca acaba. Não sei. Nunca me atirei a ninguém. A sério? Bom, pergunta-lhe há quanto tempo trabalha ali. Há quanto tempo trabalha para Radio Magson Frank. Magson Frank? Três anos. Uau. Então, três festas de Natal. Esta será a minha última. A sério? Vai sair? Tenho estado a planeá-lo há anos, mas sabe como é. Tem de fazê-lo, mas quando chega a altura, é difícil ter coragem. Podes relacionar-te com isso. Sim. É como quando queremos mergulhar numa piscina e estamos preocupados com a temperatura da água. Mas, momentos depois de saltar, sabemos que vai estar boa. É o medo do choque que nos impede. No fim, o único receio que temos é a transição de um estado para outro. E isso não te pode magoar porque é só uma mudança de estado. Em cheio, miúdo. Quase todas as palavras. É mesmo isso, é só uma mudança de estado. E é frustrante, porque temos sempre estas dez vozes na cabeça, a dizer: “Não o faças.” E outras dez a dizer: “Fá-lo.” A qual dar ouvidos? Às “Fá-lo.” A sério? Sim, se não gosta, pode sempre deixar. Acaba e fica resolvido. Tem razão. Vou fazê-lo. Bem, às mudanças de estado. Às mudanças de estado. Desculpe. Peço imensas desculpas. Ela tocou no joelho dele. Ela tocou-lhe na porra do joelho. Está tudo bem, a sério. Cavalheiros, por favor. Harry, estás a ir lindamente. Não, não se preocupe, sinceramente. Pergunta-lhe se quer outra bebida. Vou buscar-lhe outra bebida. Deixe-me pensar, preciso de ir à casa de banho, num instante. Graças a ti, finalmente, um desajeitado conheceu uma miúda. Não é bem uma história de Natal. Ainda não acabei. Talvez ele desça a chaminé dela. Não me sinto confortável a fazer isto. O quê? Quer dizer, ela Radio eu gosto dela. Ela gosta de ti. Isso é enganar. Eu nunca teria sequer coragem para falar com ela. Não estás feliz por teres tido? Sim, eu Radio Sim, mas eu Radio É só uma espécie de pesadelo ter-vos, percebes, a todos na minha cabeça, a observar-nos. A dizer-me o que fazer e Radio Só quero falar com ela por mim e isto é meio confuso. É como se quisesse que se fossem todos embora. Eu não Radio Olá. Venha até a minha casa. Desculpe? Quero que venha a minha casa. Pensei em pedir-lhe e uma vozinha disse: “Fá-lo.” Por isso, estou a fazê-lo. Diz: “Sim.” Quero fazer isto. É a minha maneira de agradecer. Desculpe. Claro. Tudo de uma vez. À primeira tentativa. Primeira tentativa. Diz: “Sim.” Sim. Normalmente, não trago aqui pessoas. Sinto-me honrado. Entre. Viste? Quando eles foram para casa dela e fizeram o que quer que tenham feito, continuaste a ver através dos olhos dele? O que é que achas que sou? Claramente, não sei. Talvez se falasses mais comigo, saberias. Não. O trabalho estava feito. Claro que não vi. Aqui? Está bem. Bonita casa. Gosto da lareira e daquele pássaro. Decoração excêntrica. Indica que é uma pessoa ualmente aventureira. Vou buscar as bebidas. Está bem. Sento-me aqui. O quarto é naquela direção. Pois, está bem. Encontramo-nos lá. Bem, Harry, vais até à lua. Apenas mais cedo que o esperado. Eu não Radio Não consigo fazer isto.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *