Radio Diário FM

Radio Diário FM , Radio Diário FM ao Vivo Online


Adicione ao seu site.

Era aquele relógio. O que aconteceu, depois? Conta-me. Fui-me embora. Fui para o carro e conduzi. Para qualquer lado. Não sei para onde. Entrei na cidade mais próxima e dormi na rua e bebi. Passado um tempo, não sei quanto, uns meses, vieram buscar-me. Queriam que eu falasse, mas eu não conseguia. Porque se eu o dissesse, seria real. Por isso, não disse nada. Não lhes contei. E a menina? O que aconteceu à menina? Só sei o que eles disseram. O que disseram? O que disseram? Que lugar é este? O que disseram? Qual é o trabalho? O nosso. O trabalho. Joe, concentra-te. O que disseram? O que disseram eles, Joe? Apenas que ela ficou na casa. Era Radio Era noite de Natal, por isso ela apenas Radio Ela ficou escondida. Não se mexeu. No dia a seguir ao Natal, ela percebeu que ninguém a ia ajudar. E deu ao avô um presente que tinha feito. E saiu para procurar ajuda. Afastou-se muito? Que Deus me perdoe. Perdoa-me, Deus. Então, confessas? Joe? Di-lo. Desabafa. Confesso. Eu sabia que conseguia. Eu disse-vos que a conseguia. Pronto, vou sair. Desculpa, Joe. Deve ser suficiente. Confissão total. Convicção clara. Bom trabalho. Há dois dias, pressionámo-lo e ele mandou-nos dar uma volta. Este filho da mãe desmancha-o em minutos. Ele sabe que é culpado. Precisava de desabafar. Não foram mesmo minutos, não para ele. Quando ele foi criado, mudei as preferências de tempo. DIAS AJUSTE DE TEMPO Fiz com que parecessem cinco anos da perspetiva dele. Há quem diga que cinco anos comigo é castigo suficiente. Espere aqui. Sr. Potter. Parabéns pela sua confissão. Aquele cookie que tirámos da sua cabeça deu-nos a história completa. Portanto, pode manter-se em silêncio o tempo que desejar. Não faz diferença, já falou. Já agora, feliz Natal. E então? O acordo? Consigo uma confissão dele e fico livre, certo? Sou o especialista. Vocês precisaram de mim. É o Ministério do Interior que trata disso. Vamos compensar-lhe na oferta. É livre de ir, Sr. Trent. Com algumas restrições. Restrições? Ficará no registo. Que registo? O dos pervertidos de plantão. Tudo o que fiz foi prestar serviços para ajudar uns homens solitários. Serviços ilegais. Também não denunciou um assassinato. Por envenenamento, caso se tenha esquecido. Escondeu essa informação do seu cookie, não foi? Qual o significado deste registo? Significa que você está bloqueado. Por quem? Por todos. Castanhas quentes! A SUA MÚSICA Vamos lá. Estou só a mudar as configurações de tempo. Ajustei para mil anos por minuto. É uma sentença adequada. Ou queres que o desligue? Não. Deixa-o ligado para o Natal. Deitar no Washington Square Park. Fumar um baseado. -Quero ver a minha mãe. -Por quê? Porque já faz dois anos e é a minha mãe. Você não pode ir para a índia. É loucura. Você vive fazendo isso, tendo ideias absurdas Radio Amanhã, vai ter outra. Vamos fazer algo real. Como o quê? Como casar. -Cala a boca! -É sério! Nós podemos Radio alugar um apartamento Radio Sei lá, arrumar emprego Radio -Ter filhos. -Não mesmo. Cansei de comer porcaria do lixo e pedir tíquete de banho para caminhoneiros, tá? Não consigo mais. É assim que eu vivo. Se você não gosta, pode dar o fora. -Qual é, Lu? Caramba! -É sério. Tchau! Cai fora. Eu falei que te amo. Então para com essa merda. Pelo menos dá tchau! Olá? Posso ajudar? Eu vim falar com a Margaret Mooney, no B? -A Sra. Mooney mora no F. -Claro, desculpe. Faz tempo. -Sim. -Qual o seu nome? -Manuel. -Olha. Manny! É uma surpresa. E sabe Radio Eu não Radio Eu não quero que estrague. Me dê um segundo, tá? Sim, claro. Faça Radio O seu lance. -Ei, Tommy. -Tudo bem? -Tudo. -É só isso. Quem é você? Você é a Sra. Mooney? Como você subiu aqui? Sou amiga do Nico. O que foi? Ele se machucou? Nada! Não, não, ele estava bem. Quando nos vimos Radio É que Radio Tenho que falar com ele. Bom, não posso ajudar. Eu não o vejo há dois anos. -Ele levou minha grana, tá? -É claro que levou! E quando falar com ele, diga para me ligar. Não, espere! Por favor. Preciso falar com ele. Eu não sei quem você é. Não há motivo para acreditar que o conheça. Fala sério, tatuei a porra do nome dele na mão. E daí? Você quer dinheiro? Não vou dar. -Que tal cinco dólares? -Ai, meu Deus! Ela adorou, cara. Foi uma surpresa. Você Radio Toma, amigo. Vem cá. Deixe a mensagem após o sinal. Oi, Margo, é o Stephen. Falei com o Larry Daniels. Ele disse que você está com os documentos faz tempo. Olha, não quero te apressar Radio Na verdade, eu quero te apressar. Ligue para mim ou assine e deixe aqui Radio Come essa porcaria! Aqui, idiota. Dona Mooney, como vai Radio? Estaria melhor sem estranhos batendo na minha porta. -Claro, peço desculpas. -Tarde demais para isso. -Pode dar a correspondência? -Sim, imediatamente. Tem um pacote que chegou para Radio o Sr. Mooney. -Não sei se a Sra. quer Radio -Vou levar, obrigada. Meu marido ainda mora aqui. Certo. Moro nesse apartamento há anos. Não quero problema com a universidade. Não quero que seja desonesto, apenas Radio Discreto. Eu violaria o código dos porteiros. É claro, desculpe. Brincadeira. De novo, Dona Mooney, peço desculpas, tá? Se a menina voltar, a mando embora. -Não vou Radio -Não! Na verdade, se voltar, quero falar com ela. Está bem. Obrigada. Você é a camareira? Sim. Deixe de lado e entre. Está uma bagunça. Se tivessem mandado alguém quando pedi, estaria arrumado, não é mesmo? -Qual é o seu nome? -Por quê? Porque eu perguntei. Lu. Lucy? Não, só Lu. Eu prefiro Lucy. Essa é a Madison. Você Radio Você é boa com crianças? Não sei. Pode cuidar dela? Eu pago. Eu tenho que sair esta noite e Radio Ela não pode ir comigo. Eu fico nervosa de deixá-la com outros, mas ela já parece à vontade com você. Então, acho que tudo bem Radio Lucy, meu amor, preciso da sua ajuda. Você pode Radio? -Sim, é para ela. -Obrigado. Você pode colocar ali. Obrigada, querido. Funcionários de hotel! Você tem que mostrar quem manda. Desculpa, você trabalha aqui. Eu fui grossa. Não, eu Radio Não importa. Eu não ligo. Meu marido não sabe que estou aqui. Ele não me deixou ir para Cancun. Disse que era perigoso. Muito perigoso! Não estou nem aí. Peguei o cartão de crédito dele, e se não fosse por ela Radio mas agora eu tenho você.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *