Radio Litoral 104.9 FM

Radio Litoral 104.9 FM, Radio Litoral 104.9 FM ao Vivo Online


Adicione ao seu site.

Acho que sim. Eu fiquei. Tu não devias brincar com sentimentos, Henrique. Não comigo. Não havia possibilidade de te perder. Eu devo segurar-te por mais alto preço do que pensava. Puro deleite. Estou presa com meus filhos. Que mãe não sonha com isto? Uma coisa. Sim? Posso assitir-te beijando-a? Não consegues parar nunca? Te imagino todas as noites. Eu suplico por isso antes de dormir. Deixe disto. Minha curiosidade é intelectual. Quero saber o quão precisa eu sou. Esqueça o dragão na entrada. Venha. Acredite que a amo, pois amo. Acredite que sou teu para sempre, pois sou. Acredite na minha satisfação e na alegria que me dás. E acredite jogos Queres mais? Sou um homem velho em um lugar vazio. Estejas comigo. Quão bela me fazes. O que Salomão teria cantado se tivesse visto isto. Não posso. Me transformaria em sal. Estou perdida novamente. Estou acabada desta vez. Bem, haverão outros Natais. Eu te pendurarias nos mamilos, mas chocarias meus filhos. Eles se beijaram suavemente, não beijaram? Eu o terei na próxima vez. Posso esperar. Ah, aí estás! Meu conforto e minha companhia. Estamos presas for mais um ano. Mais quatro estações. Quanta desolação. Que trabalho de uma vida. Isto é muito? Esteja certo de enxergar enquanto se aproxima. Tu podes ser cegado pela minha beleza. Feliz Natal. Por isso estás aqui para me dizer isto? Pensei que pudesses estar solitária. Aqui, Chanceler. Experimente-a para o tamanho. É um mistério. Lembro-me do meu terceiro aniversário. Não apenas de cenas no jardim ou dos presentes, mas quem fez o que a quem e como foi sentido. Minha memória alcança longe assim, mas nem uma única vez me recordo jogos de algo entre ti e o pai que seja mais quente que indiferença. Por que isto? Eu não sei. Não é uma pergunta fácil para mim, e eu não mereço qualquer resposta fácil. Houve vezes que pensei que não amávamos nenhum de nossos filhos. Ainda fácil demais, não concordas? Estou esgotada, e tu queres uma resposta simples, e eu não tenho uma. Estou tão cheia de todos vocês. Pensei que eu poderia vir e me deleitar um pouco. Mamãe está cansada. Venha alfinetar-me amanhã pela manhã. Reagirei melhor, então. Não é divertido incitar ninguém à noite. O bastardo nos encaixotou aqui em cima. O que é isso, querido? Somos prisioneiros dele, se isto te interessa. Por que deveria? Sou sua prisioneira de qualquer forma. Foi corrija-me se eu estiver errado mas foi minha impressão que tu querias o trono de Henrique para mim? Podemos vencer, Ricardo. Perdemos desta vez. Pensas que estou acabado, então? Sim, penso. Tenho sofrido mais derrotas do que tu tens dentes. Eu conheço uma quando me ocorre. Tome sua amargura como um bom garoto. Engula-a e vá deitar-se. Eu serei rei. Sim, serás, mas não este ano! Oh, deixe, Ricardo! Deixe assim por ora. Não posso. Não é tão difícil assim. Tente repetir comigo: João venceu, eu perdi. Que tal se João morrer? Tu não ousarias! Por que não? Uma faca! Ele tem uma faca! Claro que ele tem uma faca. Ele sempre tem uma faca. Nós todos temos facas. É , e nós somos bárbaros. Quão claros nos tornamos. Oh, meus porquinhos, nós somos a origem da guerra. Não as forças da história, nem os tempos, nem a justiça, nem a falta dela, nem as causas, nem as religiões, nem as idéias, nem as formas de governo, nem qualquer outra coisa. Nós somos os matadores. Nós criamos guerras. Nós a carregamos, como sífilis, aqui dentro. Pelo amor de Deus, não podemos nos amar mutuamente apenas um pouco? É como a paz começa. Temos tanto pelo que amar uns aos outros. Temos tantas possibilidades, meus filhos. Podemos mudar o mundo. E enquanto nos abraçamos, o que Filipe faria? Oh, bom Deus, Filipe! Nós deveríamos começar uma guerra. Se o pai descobrir, estaremos arruinados. Calma, João. Não entre em pânico. Grande conselheiro que és. Não faça nada sem mim. Deixe-me lidar com isso. Ele fez um pacto com Filipe. Tu aconselhastes João a fazer guerra. Este destemido garoto ele tem deserdado a si mesmo. Quando Henrique descobrir quando eu contar a ele o que João fez Eu preciso de um tempo. Podes afastar João de Filipe até que eu consiga dizê-lo? Tudo que pedires. Ricardo, quero-te fora daqui antes destas mudanças. Prometa qualquer coisa Vexin, a Inglaterra. Uma vez que estejas livre e João desvalido faremos futuros planos. Tu encontras Filipe. És diplomata. Tu o encontras, tu falas com ele. Tu és um amigo. Tu o conheces, eu não. E Ricardo! Prometa qualquer coisa. Peguei esse velho desta vez. O tolo maldito acredita que ama João. Ele acredita nisto. Facas. Facas. Onde está aquele espelho? Sou Leonora, e posso olhar a qualquer coisa. Hmm, que bela garota. Como aquele rei pôde deixá-la? Filipe? Filipe! Está funcionando. Pela manhã, eu devo ser o filho escolhido. A coroa pode vir a mim. Ainda estás comigo? Teremos que lutar contra eles todos. Eles se unirão assim que acontecer. Tenho tua palavra? Eu tenho a tua? Todas as terras inglesas na França se eu apoiá-lo? Somos aliados então? Fomos nascidos para ser. Eu deveria dizer algo solene, mas não tenho tempo. Estou indo ao pai com a notícia de que João é um traidor. Após isto jogos Vou te matar! Ahh! Estúpido. Se tu és príncipe, há esperança para qualquer macaco na África. Te tenho a salvo. Eu não estava a caminho para o pai, mas ele estava. Ele teria ido a Henrique e te delatado. Olhe, está na cara. Filipe? Filipe? Podemos? É para isto que tapeçarias são feitas. Eu nunca aprenderei. Arruinarei tudo. Ricardo? Olá, Ricardo. Tu já estavas a meio caminho para a cama. Esperarei pela manhã. Entre. A mãe me mandou. Entre mesmo assim. Nossos alquimistas têm tropeçado na arte de fervura do vinho Burgundy. Ele acaba ebulindo, e quando esfria nós o chamamos de conhaque. Sou prisioneiro de Henrique. Achas isso encantador? Não. Então porque o sorriso encantador? Eu pensei, não consigo imaginar porque, de quando tu estivestes pela última vez em Paris. Poderia ser dois anos completos atrás? Pode ser. Preciso de um exército. Isto mandará o frio embora. Eu devo ter soldados. Tenho idade? Pareço mais velho para ti? Foram dois anos cruéis. Tenho estudado e tenho treinado para ser um rei. Terei tua resposta? Sim ou não?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *