Radio FM Boa Saúde 87.9 FM

Radio FM Boa Saúde 87.9 FM, Radio FM Boa Saúde 87.9 FM ao Vivo Online

Se sou tão tortuosa, por que não te vais? Ama-me, cordeirinho, ou deixa-me. Deixar-te, madame? Com pura alegria. Despedida é um ato simples. Você pisa com o pé esquerdo, e então o direito. Mãe! Silêncio, querido. Mamãe está brigando. O pai terminou de resolver os termos do tratado. Que óptimo. Onde está teu pai? Ah, aí estás tu. Então, expusestes os termos a Filipe? Ainda não, mas brevemente estaremos concedendo- lhe uma audiência. Espero que todos compareçam. Saberemos os termos, ou preferes nos irritar? O que quer que tenhas vai para mim. E o qual é o nada que Geoffrey recebe? Meu deus, garotos, é impossível vocês três serem reis. Nós três podemos tentar. Isto é inútil agora. Eu quero que tu me sucedas, Ricardo. Alice e a coroa dou-te ambos. Não tenho senso de humor. Se tivesse, eu riria. Estou determinado a fazer isto. E eu? Sou teu favorito. Sou o que tu amas. Perdoe-me, João. Não posso evitar. Podes sustentar qualquer coisa que eu te der? Podes derrotá-lo em uma batalha? Tu podes. João, eu não estarei lá. Estou perdendo também. Todos meus sonhos para ti estão perdidos. Tu me iludistes. Eu nunca quis. Tu és um fracasso como pai, sabias? Perdoe-me, João. Ainda não, mas farei algo terrível e então tu te arrependerás. Por Deus, mulher, encare os fatos. Quais deles? Nós temos tantos. Poder é o único fato. Como eu poderia afastá-lo do trono? Ele apenas o tomaria, se eu não o desse a ele. Não. Tu me farias lutar por ele. Eu te conheço. Tu nunca me darias nada. Verdade, não o tenho feito. Tu ficas com Alice e o reino, mas eu consigo o que mais desejo: Se tu fores rei, a Inglaterra permanece intacta. Eu consigo isto. É tudo teu agora a coroa, a garota, todos os negócios sujos. Não é o suficiente? Eu não sei quem deve ser parabenizado. Reis, rainhas, cavaleiros em todo lugar que olhas jogos e eu sou o único peão. Eu não tenho nada a perder. Isto me torna perigosa. Pobre menina. Pobre João. Quem diz, “Pobre João”? Não soluçam todos imediatamente? Meu deus, se eu me incendiasse, não haveria uma alma viva que mijasse em mim para apagar o fogo. Vamos riscar uma pedra e veremos. Tu és tudo que um irmão mais novo sonha, sabias? Eu costumava sonhar contigo todo tempo. Ah, João. Eu te mostrarei, Leonor. Não estou perdido ainda. Bem, mãe. Se precisares de mim, aqui estou. João perdeu seu chanceler, não foi? E tu ganhastes um. É uma coisa amarga o que tua mãe tem a dizer. Ela não confia em mim. Tu precisas saber: Henrique não acabou com João. Ele segurará Vexin até que a lua se torne azul de tão fria. E o mesmo para o dia do casamento de Ricardo veremos o segundo chegar primeiro. Apenas o bordado pode levar anos. Eu sei. Tu sabes que eu sei. Eu sei que tu sabes que eu sei. Nós sabemos que Henrique sabe, e Henrique sabe que nós sabemos. Somos uma família bem entendida. Ricardo me escolherá para seu chanceler ou não? Por que estás abandonando João? Porque tu vais ganhar. Não ganhei ainda. Irás, comigo para ajudá-la. Eu posso lidar com João. Ele engolirá qualquer coisa que eu diga a ele. Eu terei ele nas mãos e o encaminharei à armadilha que tu prepararás. Tu és bom. Tu és de primeira classe, Geoff. Tu venderias João a mim, ou eu a João, ou podes me dizer encontrastes uma forma de vender todos a todos? Ainda não, mamãe. Mas estou trabalhando nisto. Não me importa quem será rei, mas a Henrique e a ti importa. Eu quero assistir vocês dois devorando um ao outro. Tu tens o dom de odiar. Tu és a especialista. Deverias saber. Querido lorde. Tens me amado por todos estes anos. Oh, que Deus me perdoe. Tenho perturbado a rainha. Precisamos de ti. Ajude-nos. O que e perder a diversão de entregar vocês? Sejas chanceler de Ricardo. Sandices. Bem, é assim que acordos são feitos. Nós o pegamos se precisarmos dele. Ele venderá todos nós, tu sabes, mas apenas se ele pensar que nós achamos que ele não faria. Por que eu tive que ter filhos tão engenhosos? Qual o problema, Ricardo? Nada. É algo pesado, esse seu nada. Quando eu te escrevo ou mando chamar-te, ou falo ou faço contato, seus ‘nadas’ vêm, como pedras. Não faças cenas comigo. Não faria se pudesse. Ando mais simples que costumava ser. Eu tinha, de uma só vez, muitos apetites. Eu queria a poesia e o poder, além do jovem que criasse ambos. E até queria Henrique, também, naquele tempo. Hoje, eu tenho apenas um último desejo: ver-te rei. A única coisa que queres ver são os orgãos vitais do pai sobre folhas de alface. Tu não te importas com quem vença, desde que Henrique perca. Tu farias qualquer coisa. Tu és Medea até os dentes, Só que este é um filho que tu não usarás para vingar-se do seu esposo. Como meu cativeiro tem te mudado. Henrique pretendia me ferir. Em vez disso, ele tem te estraçalhado. Noutros tempos, homens cobiçavam estas garras. Henrique tinha anos quando nos conhecemos, e eu era rainha da França. Ele desceu do norte de Paris, com pensamentos como os de Aristóteles jogos e uma forma como de pecado mortal. Nós estilhaçamos os mandamentos ali mesmo. Gastei três meses até me separar de Luis, então, em maio, na primavera, não longe daqui, nos casamos O jovem conde Henrique e sua condessa. Mas apenas três anos passados, eu era sua rainha e ele era Rei da Inglaterra. Feito aos anos Cinco anos menos que tu, general. Sei contar. Então, não houve Thomas Becket nem Rosamund- nenhum rival, apenas eu. Depois veio o jovem Henrique, e tu jogos e todas as outras flores do meu jardim. Sim. Tivesse eu sido estéril, querido, seria mais feliz agora. Este discurso visa me atingir? Que desperdício. Eu tenho lutado com Henrique sobre quem vem a seguir, a quem pertence a aurora jogos e qual filho ficará com o pôr-do-sol e nós nunca viveremos para saber. Olhes para ti. Eu amei a ti mais do que a Henrique, e isto me custou tudo. O que queres? Nos quero de novo como éramos. Não, não é isto. Certo, então. Quero a Aquitânia. Esta é a mãe de que me lembro. Podemos ganhar. Posso conseguir-te Alice. Posso fazer este casamento acontecer, mas preciso da Aquitânia para consegui-lo. Devo tê-la de volta. É minha, e nunca desistirei dela. Devo escrever meu testamento, “A Ricardo, tudo”? Me acreditarias, então? Onde está o papel?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *