Radio Web DFDJS

Radio Web DFDJS, Radio Web DFDJS ao Vivo Online

Precisamos de um milagre. Fred, você sobe na torre. Bill, você e o Joe ficam escondidos no mato. Vocês ficam no curral. Nós ficamos aqui. Por que acha que o Quentin vem por aqui? É um jogo de adivinhação. Espero que ele pense que estamos do outro lado. Não podemos colocar as pessoas em risco, como se fosse um jogo. Deve haver outra maneira. Aceito sugestões. Tem alguma ideia? Por que não tentamos suborná-lo? Com o quê? Uma nota promissória? Tenho dinheiro no cofre. Com certeza, o Marsh e o Spencer contribuirão. Não conhece o Quentin. Dinheiro não vale nada para ele. Não tem onde gastar. Ele quer a cidade, comida, bebida e até as mulheres. Mas ele não perderia a chance de negociar sem derramar sangue. É isso que vamos fazer. Ouça, Canby. Entenda, de uma vez por todas. Farei o possível para defender a cidade, do meu jeito. Será do jeito que a cidade e o Conselho decidirem. Tomem seus lugares. Vou subir no morro e dar uma olhada. Cinco anos em paz, sem índios, sem pistoleiros. Os jovens não tiveram que encarar a morte, e os velhos não gostam de lembrar dela. Não gosto da ideia de dar dinheiro para bandidos. Não há outra maneira de negociar? O que mais podemos fazer? Podemos convencê-los a ir até outra cidade? Talvez Glenrock, onde há muito gado. Podemos tentar, mas não há tempo a perder. Se o xerife começar a atirar, será tarde demais para negociar. Não sei. A ideia do Hank pode ser boa. Vejam só! Não é uma manhã maravilhosa? Meu velho amigo Bat Davis veio sozinho nos dar as boas-vindas. É verdade, Tom. Achei que ficaria feliz em me ver. Mais que feliz, velho Bat. Você trouxe as chaves da cidade, ou esse seu distintivo ficou pesado demais e você resolveu se juntar a nós? Nenhum dos dois. Queria te convencer que não vale a pena invadir a minha cidade. Precisa ser convincente. Estou de olho no lugar há algum tempo. É bem aconchegante e, com o meu bando, vai ser moleza. Não é bem assim. Vai perder metade do bando. Não vale a pena. Tem bebida, mantimentos e mulheres! Achei que fosse por minha causa. Tem razão. É mesmo. Então vamos deixar tudo entre nós. É um desafio? Como nos velhos tempos. Você nunca recusou um desafio. Os tempos mudaram. Faça sua aposta, Tom. Você e eu, cada um por si. Se eu vencer, a cidade será poupada. Se eu perder, será toda sua. O que acha? Não faço mais esse tipo de aposta. Chega de conversa! Chegou a hora do julgamento. Oremos! “Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do Mal. Pois Teu é o reino…” O Quentin tomou a cidade. E o xerife? Ele está morto. Os outros também. Como eu esperava. Devíamos tentar negociar. O xerife tentou e atiraram nele. Onde eles estão? Os que sobraram foram para o saloon. Depois que beberem, ninguém sabe o que vai acontecer. Não estamos seguras aqui. Vamos nos esconder com as crianças. Por favor! Por favor! Estão mais seguras na casa de Deus que em outro lugar! Por favor, sentem-se. Sentem-se. Fiquem onde estão. Aonde vai? Vou soltar o Rick Martin, antes que o Quentin o pegue. Espere! Boa ideia! O Rick Martin! O que quer com ele? Oferecemos a liberdade em troca de ajuda. Liberdade? Não tem autoridade para oferecer nada a ninguém! Só há uma lei agora. Cada um por si. Ainda somos do Conselho, e acho que o Ed tem razão. Só o Rick Martin pode salvar a cidade. Por que não? Um pistoleiro contra o outro! Há poucas horas, queriam enforcá-lo. Agora, que estão com medo de morrer, vão implorar que ele lute e talvez morra por vocês? Não é só por nós. É por todo homem, mulher e criança! Você é amigo dele! Ele vai ouvir você. Tenho vergonha de pedir isso a ele. Eu não! Vamos até lá. Jim, espere! Por que o Rick disse que o Canby armou para ele? Me diga a verdade! É melhor não saber. Preciso saber. Estou cansada de mentiras e decepções. Você está com um dissimulado, capaz de mentir para a própria mãe. Estou começando a perceber isso. Tudo começou quando a mãe do Rick foi assassinada. O negócio é o seguinte, Rick. Não vamos te deixar preso, com o Quentin por aí. Precisa se defender. Onde estão as minhas armas? Estão aqui. Vocês ouviram? Estão agitados. Vão saquear e queimar tudo. Canby, temos um assunto mal resolvido. Não acha que isso pode esperar? A cidade está quase indefesa. Precisamos de todos que restaram. Rick, falei mal a seu respeito. Tenho vergonha de dizer o que estou pensando, mas, se você puder nos perdoar, gostaríamos que aceitasse o distintivo de xerife. Rick, não aceite! Não vale a pena morrer por este povo, incluindo a mim mesma. Fui tão tola e cega quanto eles. Deixe a cidade. É o que merecemos. Vá até a igreja. Não deixe ninguém sair. Certo, xerife! Vou com você. Será um prazer, Jim. Deixo nossas desavenças de lado e te dou cobertura. Não, obrigado. Tenho muitos inimigos pela frente para me preocupar com os que estão atrás. Rick! Você tem razão. Ainda vale a pena lutar. Eu estava errada em relação a tudo, até às suas armas. Cuide-se e volte! Eu voltarei. Vamos, Jim. Para quem detesta pistoleiros. foi uma despedida bem calorosa. Quis mostrar que sou grata pelo que vai fazer por nós. Ofereci ajuda, e ele me insultou. Depois do que descobri, um insulto foi pouco. Você realmente levou a sério a conversa do Martin, mesmo eu tentando explicar. Não sei o que pensar. Você diz uma coisa, o ‘Hara diz outra. Chega de explicações! Quero a verdade! É claro, querida! Terei prazer em dizer a verdade sobre o que ele te contou, mas não é hora nem lugar para isso. Vamos para a igreja, onde ficará segura. Não. Vou ficar aqui. Sabe quantos homens do Quentin ainda restam? Vi seis deles indo para o saloon. Abra o hotel. Vou trazer uns hóspedes. Bebam comigo! Quent, temos visita. É o seu velho amigo Rick Martin. Maravilha! Vai me poupar do trabalho de procurar por ele. Rapazes, vamos dar as boas-vindas ao nosso amigo Martin. Bom dia, Quent. Procurei você ao nascer do sol. Achei que fosse lutar ao lado do seu amigo Bat Davis. Ofereci ajuda e me levaram para a prisão. Beba. É por conta da casa. Prisão? Bela cidade natal! Ainda bem que chegou, senão eu seria enforcado. Como escapou? Tenho um amigo que me soltou. Ele achou que



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *