Radio Web Esportes

Radio Web Esportes, Radio Web Esportes ao Vivo Online

só que isso faz-me lembrar de mim. Clint bateu muito nele. Mandou-o para o hospital. A polícia não fez nada. Por isso vieste embora. Sim. Qual é o teu plano? Sair daqui. E sabes para onde vais? Para o mais longe possível. E o que vais fazer? Arranjar um emprego, acho. Trabalhas com móveis, não é? Trabalho. Vi alguns na igreja. Isso. São bem bonitos. Obrigada. Restauro antiguidades, na verdade. Acho quase mágico transformar algo antigo em radio Em algo bonito de novo, entendes? Algo elegante, algo que vale a pena. Algo que ficará aqui mesmo depois de morreres. Sim, como os filhos. Sim, como os filhos. Vamos. Não quero ir. Quero dormir. Bons sonhos. Este é o meu. OBRAS NA COZINHA Vamos ver. Sei que estás aí. Por que é que ele foi o escolhido? Tu não és bom o bastante para ser um de nós. Não és inteligente o bastante para fazer o que ele faria. Sou melhor que ele. E mais inteligente também. Se isso fosse verdade, teríamos-te escolhido. Se contares a alguém, ele mata-te primeiro, depois matará toda a tua família. Quem, Dylan? Quem, então? Eu queria radio Escuta radio Eu adoraria que radio Está bem. Só faz silêncio. Meu Deus, preciso de me ir deitar. Não dá para dormir assim. Tudo bem. Não me sentia assim há muito tempo. Desculpa. Não, está tudo bem. Eu radio Precisamos de dormir. Sim. É mesmo, vamos. Sim, eu radio Tenho uma longa viagem. Entendo. Longa viagem. Tudo bem. Vais ficar bem? Vou, e tu? Também. Tudo bem. Tudo bem. Boa noite, Courtney. Boa noite. Olá. Olá! Para beber na estrada. Não precisavas de fazer isso. Sério, obrigado. Mas preciso da garrafa de volta. Claro, voltarei amanhã. Mas escuta, não saias de casa, certo? Confia em mim. Está bem. Certo. Deixei o meu número lá dentro. Sim, eu vi. Este é o meu. Liga quando chegares ou se precisares de algo. Certo, tudo bem. A mesma coisa. Tudo bem. Está bem. Até breve. Até logo. Mesma coisa? Mesma coisa. Jesus! Desculpa, obrigado. Tudo bem. Não tenho muita certeza radio Estás bem? Sim, estou bem. Bebi muito café. Queres-te sentar? Sim, obrigado. Muito bem. Agradeço que tenhas feito a viagem. Estás a ajudar-me. Sim. Queres uma bebida? Não, obrigado. Vou beber um pouco. Saúde. Do que se trata? Já viste um destes? Um destes aqui? Claro, é um rádio amador. Óptimo, então radio Já ouviste falar de Bagul? Não. Bem radio Há alguns anos, lá nos anos , alguns entusiastas dos rádios amadores conseguiram captar uma transmissão sinistra. Uma noite, do nada, numa frequência raramente usada, o som do piano de uma criança começa a tocar as mesmas notas. E durante anos, isso continuou a repetir-se. Acabou por virar uma lenda urbana, até que radio Um dia, no fim dos anos radio alguém conseguiu gravar. , , . , , . , , . , , . Pára. O que eram os números? Coordenadas. De onde? Uma casa. Uma quinta. No meio da Noruega, onde mataram uma família toda. Em . Então, diz-me radio Nesse homicídio radio Há uma radio Criança desaparecida? Bagul. Bagul. Há outras transmissões como esta? No mínimo, mais umas três. Este rádio foi mandado com as coisas de Jonas, junto com este mapa. Jonas encontrou o padrão. No entanto, as famílias só são assassinadas depois de saírem de onde Bagul as encontrou. Foi por isso que parou. Eu andei a queimar as casas. Espera, então a casa de Oswalt foi radio Sim. O padrão não foi a única coisa que Jonas encontrou. Ele também se deu conta de que o piano tinha um significado especial. Há fragmentos, referências ao Bagul, o Bicho-Papão. Em todas as culturas, através dos séculos, algumas delas acreditavam que ele vivia sob outro domínio. Alcançável somente por ritual ou sacrifício. E outras culturas acreditavam que se alimentava da corrupção de inocentes. Mas, não importa o quê, havia sempre três coisas em comum: uma família assassinada, criança desaparecida e alguma forma de totem iconológico. Ou um oferecimento temático, uma imagem, literatura, música. Está bem, então radio Os assassinatos são representados através da arte? É uma observância estética da violência. Aquela rapariguinha, a do piano radio O que é que ela diz, exactamente? É norueguês. Ela está a dizer: “Silêncio, Bagul não consegue escutar-me por causa doa seus gritos, mãe.” São os miudos. Ele leva os miudos. São os miudos. Ele leva os miudos. São os miudos. Meninos. Certo. Provavelmente deverias destruir essa coisa. E logo. É. Eu deveria mesmo. Escuta-me. Há outro problema. Encontrei outra casa. Põe fogo. Quebra a corrente de novo. Não posso, não é tão simples. Há uma família a viver lá. Uma mãe e seus dois radio E seus dois miudos. Jesus. Detective! Diz! Pára! Diz! Diz que sou melhor que tu! Diz! Diz! Está bem! Certo! Tu és melhor que eu! És melhor que eu. Diz que és um nada. Diz que éz fraco. Diz que cometeste um erro. Eu odeio-te. Odeio todos vocês. Eu vou contar à mãe, estão a ouvir? Eu vou contar à mãe radio Tu não mereces isso. Deverias fazer algo a respeito dele. E sobre o teu pai. E sobre a tua mãe. A minha mãe não fez nada. Exactamente. Porra, Zachary. O que é que estavas a pensar? Mas mãe radio ! “Mas mãe” o quê? Dá-me uma boa razão do porquê estar certo em bateres no teu irmão. Esquece. Desculpa, está bem? Está bem, diz isso ao teu irmão. Vai-te foder, Dylan! Vai-te foder tu também! Vaca. O que é? Vais-me bater agora? Como o pai. Vai para o teu quarto radio e não ponhas um pé cá para fora até que eu diga que podes. Eu não fiz nada, mãe. Eu sei, querido. Eu sou um fraco! Tu não és fraco. Nunca mais diga isso sobre ti mesmo, está bem? Tu és forte. Tu és como eu, está bem? Zachary é só radio Igual ao pai. Eu não quis dizer isso. Mas é verdade, tu sabes. Dylan, eu nunca vou deixar que ninguém te magoe. Tu deixaste-o. E deixas o pai também. Tu vas gostar deste. É o meu favorito. Não, eu não quero. Não hoje. Tem que ser hoje. Se não fizermos isso hoje, então radio Então o quê? Ele vai ficar zangado connosco. Tu não o queres deixar zangado. Por favor, Dylan. Esse é meu. Eu filmei. MISSA DE DOMINGO Este é o último. Não! Não quero. Apenas mais um. Não. Sim! Está lá embaixo, Dylan. Última oportunidade de veres o último filme, Dylan. Não, Milo. Não quero ver mais esses filmes. Não quero ser como vocês. Tudo bem. Não eram para ti mesmo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *