Radio Atalaia FM 87.9

Radio Atalaia FM 87.9, Radio Atalaia FM 87.9 ao Vivo Online

Aposto que arranjou um trabalho fácil. “Ele nunca se esquece de um amigo”. Nunca esqueço os velhos amigos, Tuco. Certo. É bom ver velhos amigos de novo. Principalmente quando vieram de tão longe. Você tem muito o que contar. Tem muito o que contar, não tem? Você foi capturado perto do Forte Craig? Bem, se esteve com o Sibley, significa que vem de Santa Fé. Foi difícil atravessar o deserto? Muito difícil. Principalmente se não há nada para beber. Por que adotou agora o nome de Bill Carson? Um nome é tão bom como qualquer outro. Não é sensato usarmos o nosso próprio nome. Como você, aposto como não lhe chamam “Olhos de Anjo”. Sargento “Olhos de Anjo”! Quer música enquanto come, Tuco? Música? Sim, é muito bom. Muito bom para a digestão. Então, Bill Carson é um nome falso? Isto também é falso? O nome de Bill Carson está escrito aí. Fume um cigarro. É o tabaco do Bill Carson. Carson estava vivo ou morto quando você o achou? O que ele lhe disse sobre o dinheiro? Não sei do que está falando. Mais sentimento. Considere-se com mais sorte do que o seu amigo. Wallace baterá nele enquanto tocar a canção. Muitos de nós já tivemos uma sessão lá dentro. Como está a sua digestão agora? É melhor falar. Não tenho nada pra lhe contar. Toque esse violino! Eu falo. O que ele disse sobre o dinheiro? Está enterrado numa cova. Onde? No cemitério de Sad Hill. Que cova? Não sei. Não sei mesmo. O loirinho… o loirinho sabe o nome da cova. A guerra acabou pra você. Vista essas roupas. Por quê? Vamos dar um passeio. Onde? Vamos achar mil dólares. Sei o nome do cemitério agora. E você sabe o nome da cova. Não vai me dar o mesmo tratamento? Falaria? Não, provavelmente não. Foi o que pensei. Não que seja mais duro que Tuco, mas sabe que falar não o salvará. E Tuco? Ele está… Não, ainda não. Mas ele está em muito boas mãos. Trocou de parceiro, mas ainda tem o mesmo acordo. Não sou ganancioso, só quero metade. Nós somos dois. Deve ser mais fácil do que apenas um. Esperem. Isso, não se mexam. Não respirem. Isso. Pronto. Obrigado! Ei, cabo, receia que ele se perca? Onde vai o rebelde? Pro inferno com uma corda no pescoço e um preço na cabeça. Sim, mil dólares, amigo. Muito dinheiro por uma cabeça! Aposto que não pagaram nem um tostão pelo seu braço. Se alguma vez eu lhe pegar, vai precisar de muita ajuda para voltar a se levantar. Tem muito mais sorte do que aquele ali. Terá comida, uma corda e estará acabado. E desta vez não há nenhum parceiro que o ajude. Se os seus amigos ficam ao relento eles podem pegar um resfriado, né? Ou uma bala. Ouviram isso, rapazes? Saiam e venham pra cá. Já que vamos todos na mesma direção, é melhor ficarmos juntos. Um, dois, três, quatro, cinco, seis. Seis… Número perfeito! E o três, não é um número perfeito? Sim, mas coloquei mais seis balas na minha arma. Certamente gostaria de botar a mão aí, não? Preciso mijar, venho pulando neste trem há quase dez horas. Você já cheira a porco, seja como for. Vamos tentar não piorar as coisas. Ande. Não consigo enquanto estiver olhando. Fez muito barulho, meu amigo. Não quer acabar com nossa amizade, né? Mas eu acabo. Pelotão, alto! Aos seus lugares. Preparar. Apontar. Fogo! Clem, cuide dos cavalos. Há oito meses que ando procurando por você. Sempre que tinha uma arma na minha mão direita, pensava em você. Agora o encontro exatamente na posição que me convém. Tive muito tempo pra aprender a atirar com a esquerda. Quando tiver de atirar, atire, não fale. Cada arma faz o seu próprio barulho. Bem na hora, grandão. Clem, siga-o. Só um minuto, eu já vou. Me dê só uns minutos pra me vestir que eu abro. Vista as calças e largue sua arma. Ei, loirinho, como é que saiu daquela pocilga? Ao meu modo, estou aqui com o seu velho amigo, “Olhos de Anjo”. Falou, seu traidor, você falou! Não falei. Se falasse, talvez não estivesse aqui agora. Você… eu… Então você só sabe a sua metade do segredo? Loirinho, estou muito feliz por trabalhar comigo, e estarmos juntos de novo. Vou me vestir, matá-lo e já volto. Ouça. Esqueci de mencionar. Ele não está sozinho. Estão em cinco. Cinco? Sim, são cinco. Então foi por isso que veio falar com Tuco? Não interessa, mato todos. Ele foi morto à queima-roupa. Olhem quem está aqui. Ele não está sozinho. Eles virão à nossa procura. Cuidado! Eles são dois. Quero o loiro vivo. Você fica aqui. Venham, vamos. Você vai morrer sozinho? Loirinho, o “Olhos de Anjo” é meu. Está bem. “Até breve, i… idi… ” “Idiotas”. É pra você. Calmo e quieto, amigo. Como um cemitério, por exemplo? Deve haver uma ponte sobre o rio. É melhor esperarmos anoitecer. Confie em mim, loirinho. Sei bem para onde estamos indo. Tuco lhe trouxe até aqui. O levarei até o fim para… Avise o capitão. Sim, senhor. Venham, sigam-me. Nós os achamos dentro do perímetro, senhor. Vem de onde? Illinois. E você? Eu estou com ele. Alguma razão para estarem por aqui? Queremos nos alistar, general. É melhor aprender a distinguir as divisas, eu sou capitão. Saia daqui! Pode ser mandado pro inferno hoje, vá escrever seu testamento. Sim, senhor. Então querem se alistar? Têm que fazer um teste para ser aprovado. Me mostre. Tem futuro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *