Radio Belem Fm 87.9

Radio Belem Fm 87.9, Radio Belem Fm 87.9 ao Vivo Online

Mas a família sabia que não poderia ser como antes. Nós chegamos à conclusão que deveria ser um novo projeto fotográfico, ligado ao meio ambiente. É claro que a primeira ideia a surgir foi a de denunciar a destruição das florestas, a poluição dos oceanos, etc. Mas, aos poucos, começamos a pensar em fazer um projeto diferente. Faríamos uma homenagem ao planeta. E para nossa surpresa, descobrimos que quase a metade do planeta continua sendo ainda como no dia do gênesis. GÊNESIS Vários amigos me disseram para não me meter nisso. “É muito arriscado. “Você é conhecido como fotógrafo humano, social. “Vai entrar no campo dos fotógrafos jogos de paisagens, de animais.” Falei: “Não faz mal, vamos nessa. Posso aprender a fotografar isso também.” Comecei, e a primeira história jogos eu queria que fosse Galápagos. Queria compreender o que Darwin havia compreendido. Uma mesma espécie, em ecossistemas muito diferentes, evoluíram de modo muito diferente. Olhando esse detalhe da pata da iguana não posso parar de pensar na mão de um guerreiro da idade média, coberta de placas metálicas para se proteger. Olhando a estrutura dessa mão, posso ver que a iguana também é minha prima. Que ambos viemos da mesma célula. Quando estamos diante de um ser tão idoso estamos diante de uma autoridade. Com todas essas rugas, todo esse saber. Sem dúvida, quando Darwin esteve aqui esta tartaruga já era adulta. Ela pode ter visto Darwin. Quem sabe? Lembro uma vez, eu estava muito cansado porque havia andado num campo de lavas, durante muito tempo. Estava deitado, na praia jogos e senti algo tocando minha perna. Olhei e vi que era um leão marinho. Logo veio outro se instalar do outro lado. E no fim, éramos três leões marinos. Eles não me viam como predador, como uma ameaça. Era minha primeira reportagem sobre a natureza, a primeira vez que fotografei outros animais. Durante anos, dediquei meu tempo a olhar, até compreender o mais importante: sou a natureza, tanto quanto uma tartaruga, uma árvore, ou uma pedra. O incrível é como ele olha para nós. Pois é, é jogos Possui profundidade no olhar. Ele chegou perto, eu estava fazendo a foto jogos Ele pôs o dedo na boca e viu a si mesmo pela primeira vez. Pelo reflexo da lente. Ele tirava o dedo e punha, até ter certeza que era a si próprio que estava vendo. Estava reconhecendo a própria imagem. Me senti totalmente identificado com ele. É uma família igual à nossa. Os avôs, os pais e os netos. E se respeitam entre si. Quando vai até eles, você precisa ser jogos educado, se apresentar, de uma certa forma. Mostrar respeito pelo território deles. E daí em diante, você é aceito. Consegui ficar amigo também de uma baleia. Eram baleias na jogos Argentina. Adulta assim, mede metros e tem umas toneladas. Ela se aproximou, veio até o barco. Eu podia tocá-la, sabe. E é incrível jogos a sensibilidade na pele. Quando eu a acariciava, via a cauda a m de distância, tremia. Uma sensibilidade fenomenal. A embarcação tinha uns metros. Ela sabia que se forçasse viraria nosso barco. Mas nenhuma vez ela tocou no barco, nem uma só vez. Quando nos afastávamos um pouco ela batia a cauda. Parece do outro mundo, é inacreditável. Vou ver se tenho aqui outra foto dos nenets. Veja, tudo que um nenet tem está aqui. É a casa dele. Essa reportagem com o povo nenet eu preparei por muito tempo. Eram pessoas com cerca de mil renas que viviam em permanente migração. Aqui deve ser em torno de :h. Em torno das :h, eles acendem o fogo e fazem a única refeição quente do dia. Depois de comer, conversa-se um pouco, discutem. E o fogo é apagado. Com fogo aceso dentro, a temperatura é de a ºC. É bem agradável. Duas horas depois, vai a ºC. São os verdadeiros caubóis da Sibéria. Carregam sempre as cordas em volta do pescoço, feitas com pelo das renas. Usam botas de pele de raposa prateada. Eles dormem de botas. Uma bota dura a vida toda. O Ob é um rio especial. É um enorme rio da Sibéria. Nesse lugar, ele mede cerca de km de largura. Acima do Ob, se entra no Círculo Polar Ártico. Não há mais linha do horizonte, não há nada. Você se encontra numa placa, branca, do tamanho do universo. Gênesis fez com que Sebastião voltasse a viajar pelo mundo, durante quase uma década. Ele queria nos mostrar a natureza, animais, lugares e povos, que permaneciam como no princípio dos tempos. Uma visão muito mais otimista do mesmo planeta que Sebastião contemplara antes, ferido e destruído. ‘Gênesis’, acabaria sendo a obra prima dele. Uma carta de amor ao planeta. Havia representações dos Zo’é em escrituras jesuítas, do século XVI. Eles vieram à Amazônia e relataram sobre um povo que usava uma espécie de tubo no lábio inferior. Tais índios, nunca mais foram vistos. Todos achavam que era uma fábula, uma invenção dos jesuítas. Isso até o final dos anos , quando eles foram finalmente contatados. ESTADO DO PARÁ, BRASIL Tribo Zo’é, Esses índios vivem no paraíso. É o único lugar que vi na vida onde as mulheres têm , ou maridos. E os maridos jogos têm mesmo número de mulheres. Uma mulher tem um marido caçador, um marido pescador, um marido que trabalha um pouco na plantação, um marido próximo de casa para ajudar no resto jogos As mulheres têm um poder enorme. Elas possuem um domínio sobre parte dos homens que é bem grande. Algo que sempre achei interessante, em todos esses povos, é que as pessoas possuíam uma consciência completa da própria imagem. Quando eu ia tirar uma foto, e que a pessoa sabia que eu iria representá-la em imagem, ela se interessava no início, e depois, não mais, pois não era o mundo dela. Mas esses se interessavam muito pela minha faca. Meu amigo Ypô me fez jurar que eu daria a ele minha faca. Mas o responsável da FUNAI me havia feito prometer que eu não daria nenhum objeto aos índios para proteger um pouco a pureza deles. Ypô me propôs um trato. “No dia que for embora, você vai jogar a faca pela janela do avião.” “Eu seguirei o caminho do avião e encontrarei a faca.” O homem, cujas fotografias nos contaram várias histórias da vida em nosso planeta, compartilha conosco um grande projeto e um sonho: A destruição da natureza pode ser revertida. Milhares de fontes de água voltaram a regar o “Instituto Terra”. , milhões de árvores já foram plantadas. A fauna voltou, incluindo as onças. A área não é mais propriedade da família Salgado, é um parque nacional e pertence a todos. É um modelo de como terras devastadas seja onde for, podem voltar a ser florestas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *