Radio Alternativa 104 Fm

Radio Alternativa 104 Fm, Radio Alternativa 104 Fm ao Vivo Online
Nós não tocamos os lençóis. Primeiro andar. O que você está fazendo aí? Saia, eu estou pronto. Você está doente? Venha, me beije. Apague a luz. Não faz com a luz acesa? O que é isto? Acenda! , isto não é trabalho! Dispa-se! O dinheiro? Você disse Francos. Eu te darei mais se vier aqui. Vire-se. Alguém está vindo. Quem? Sim, eu ouço alguém vindo. Alguém. Mas quem? Escute! Olhe, ele está vindo. Já basta! Tire a roupa! Estou doente. Posso cagar. Corta essa! Venha cá. Vamos! Ele está vindo! Você pode gritar, ninguém ouvirá. Já basta. Você é bonito. Me beije. O que há de errado? Me dê a chave! Me mostre o seu pinto! A chave não está aí. Tire as suas mãos! Vai em frente! Está feliz agora? A chave! Me mostre o seu pinto. Me deixe chupar! Onde está a chave? Eu fui enganado! Eu tenho que dar o dinheiro dele! Me dê tudo o que você tem, rápido! Não há tempo a perder! Francos! Eu não tenho! Você tem! Por favor! Calma! Espere! É a última vez. Eu te aviso. Sim, ande, ande! – Papai não deve saber. – Eu sei. Onde você guarda isto? Você grita muito. Fique quieto. Eu preciso disso! , Francos! Por que você vem nos aborrecendo? Não é o suficiente! Não tem ! – Não grite! – Rápido, rápido. O que você está fazendo? Eu usei. Ou eu contarei pra ele depois. Ele saiu. Ele é um perdedor, não é? Quem? Jean é um perdedor. Você estava com ele? Eu tenho dinheiro pra ele. A parte dele. Nós dividiremos. Onde você conseguiu isto? De um cara em quem eu dei um golpe. Quer café? Onde você esteve? Você dormiu? Um pouco. Quer se deitar? Onde ele está? Ele vai e vem. Não costumo esperar. Se você esperar, ele não vem. Dê a ele este dinheiro. Onde você trabalha? Perto. É fácil chegar lá. Há quanto tempo você o conhece? E você? Onde você o conheceu? Na rua. Ele disse na estação. Na rua, em frente à estação. Ele me comprou uma bebida. Então eu bati a minha cabeça e nós viemos pra cá. Ele te pediu pra fazer algo? Não. Você o ama? Eu sou a única que vai. Por que você não se deita? Uma vez eu tive um amigo. Um colega de classe. O filho de um diretor de prisão. Eu costumava visitar ele. Havia barras no quarto dele. Deite-se. Ele não foi meu amigo por muito tempo. Ele se mudou. Nós não nos vimos mais. Nos deixamos de escrever. Não valia a pena. Sim, valia. É sempre assim. Tem bundas lá dentro? O que quer dizer com bunda? Saia, vagabundo. Você trabalha aqui? Como eu posso entrar? Estou procurando um amigo. Olhe eu tenho dinheiro. Quem te perguntou? Eu não quero seu dinheiro. Guarde isto. Isto não é lugar pra você. Ela não é adorável? Ela pertence a mim. Você gosta dela? É um trabalho duro. O trabalho dela é realmente difícil. Ainda está aqui? Saia. Ela não tem nada a ver com eles. Ela faz o trabalho dela. Eu te disse. Agora suma! Deixe-me dar uma olhada. Por que você quer olhar? Meu camarada, Jean Lerman, está aí. Você o conhece? -se, eu não tenho tempo. Estou ocupado. – Você mudou. – Deixe-me ir. – Você mudou. – Eu tenho o que fazer. Seu cabelo está diferente. O que aconteceu? Um carro novo? É bacana. Do jeito que impostos estão hoje em dia jogos é mais um luxo bobo. Olhe pra mim. Eu nasci para uma vida de lazer e passo os meus dias com vagabundos. Sem ofensa. Não quis dizer isso. Certamente outros. – Quem? – Ele, por exemplo. Você perguntou. Ele era diferente quando nós nos encontramos. Ele está velho, ganhou peso. Você deveria saber. Onde ele está? Eu queria te ver hoje à noite, mas eu estou em serviço. Uma outra vez? É um encontro? É um bom restaurante. Deixe-me te advertir. Nunca seja pobre. Espere! Diga-me onde ele está. Eu deveria conhecer seus pais. Pais como eu. Na quinta então? Está muito longe, mas é um bom castigo. Essa roupa, não te favorece. Frankfurt, só ida. Via Paris? São Francos. Não é o suficiente. Mas minha irmã estará na estação. Não é o suficiente. Eu preciso ir até ela. Lá eu dou um jeito jogos Eu irei pra cama com você por Francos. Mas eu não quero você. Eu não acho que goste disso. Está bem. Como você quiser. Eu sou um amante muito bom. Eu tenho Francos. São seus por um beijo. Vamos andar um pouco. Vamos dar um passeio. Você é daqui? Não, de Paris. Você tem hora? Quantos anos você tem? , e você? Eu também. Você vive em sua casa? Eu moro com um cara e uma menina. Nós dormimos juntos. E seus pais? Estão mortos. O que vocês estão fazendo? Larguem-se! Muito ruim. Eu não me importo se houver pessoas por perto. – Eu estou faminto. – Seu tonto. Você tem dentes bonitos. Eu tenho que ir agora. Eu te acompanho. Eu não posso ir por aí. Vamos usar a saída lateral. Eu vou por aqui. Você tem dinheiro? Aqui, pegue. E você? Eu vou comer. O que é tudo isso? Não é nada. Feche a porta. Por que a festa? Não é uma festa. Nós estamos de férias. É um pequeno presente. Sente-se! Não se exceda. Nós não perguntaremos o que você tem feito. Ou onde. Poderíamos perguntar. Vá em frente, pergunte. – Não vale a pena. – Sim, vale a pena. – Eu direi a vocês. – Fale outra coisa. Você e seus problemas! Você não gosta daqui? A porta está aberta. – E nosso encontro? – Eu estava indo. É o caminho errado. Eu o vi mudar de direção. -se! Como você ousa! Estou tentando te ajudar. Vamos, entre! Rápido. Me deixe em paz! Em paz? Você acha que eu tenho paz? Nós tínhamos um encontro. Certamente não aqui. Eu reservei a minha mesa. Não tão rápido. Eu não tenho a sua idade. Eu posso fazer você feliz. Agora mesmo. Apenas me siga. Eu sei o que te fará feliz. O que o fará feliz jogos jogos me fará triste. Onde nós estamos indo? Eu estou te levando em casa, não se preocupe. Mas, eu farei um desvio. Vê? Escute. Eles são casais. Casais normais. Escute. Eu gosto de vir e escutar. Esta é a minha surpresa? Quem falou em surpresa? Eu estou sendo invadido, isso é tudo. Minha casa agora é um abrigo. Eu não possso dizer não. Desde que minha esposa partiu, eu não posso achar nada. Viu estas molduras? Este sou eu em jogos em jogos m-se os dois. Fique sentado. Bem, aqui está ele. Era ele quem você procurava, certo? Não é uma boa visão. Quando as coisas dão errado ele vem aqui. É isto! E daí? Está na hora jogos De quê? Partir. Olha pra mim como se jogos Como se o quê? As coisas não acontecem sempre quando você estala os seus dedos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *